O espaço conta com parceria da empresa Fibo com a universidade. Foto: Divulgação.

A PUC-Campinas abriu nesta segunda-feira, 6/5, o IoT Academy, um laboratório voltado para o desenvolvimento de projetos de internet das coisas. 

O espaço conta com parceria da empresa Fibo com a universidade.

A IoT Academy tem sede no Campus I e é um ponto de convergência de organizações que desenvolvem tecnologias de internet das coisas, empresas que buscam soluções tecnológicas para melhorar seus produtos ou serviços, universitários de diversas áreas e pesquisadores da universidade. 

Os investimentos em equipamentos e financiamentos de pesquisa vêm da própria PUC e das empresas parceiras.

Alessandra Borin Nogueira, Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da PUC-Campinas, diz que o espaço marca um novo passo para a universidade. 

“É um modelo novo de relacionamento com a iniciativa privada. Empresas que criam tecnologias IoT e as que têm demandas conviverão no mesmo espaço. A Universidade, por meio do NIT – Núcleo de Inovação Tecnológica – fará a ponte desses projetos com os estudantes e pesquisadores”, completa.

Alexandre Bueno, da Fibo, lembra que o trabalho para a criação do laboratório começou há mais de um ano, com a participação de empresas parceiras e de pesquisadores e estudantes da universidade. 

“Há uma série de empresas que já estão vindo aqui em busca de soluções para seus problemas. E fiquei impressionado com a qualidade dos estudantes da universidade e com a quantidade de projetos de IoT que a PUC já tinha desenvolvido com esses alunos”, detalha.

O objetivo agora é apresentar soluções para problemas em diversas áreas, não só do setor produtivo, mas também na saúde, mobilidade urbana e segurança. 

A IoT Academy está aberta a empresas que queiram participar das pesquisas, apresentar demandas ou financiar projetos.