APORTES

Sebrae e Bossanova procuram startups

07/06/2021 14:53

Através do Startup Invest Summit, serão até R$ 15 milhões investidos em 50 empresas.

Cada startup poderá receber até R$ 300 mil. Foto: Pixabay.

Tamanho da fonte: -A+A

O Sebrae e a Bossanova Investimentos, micro venture capital que investe em startups em estágio pré-seed, vão investir até R$ 15 milhões em 50 startups de todas as regiões do Brasil.

Segundo as organizações, o Startup Invest Summit busca empresas inovadoras, digitais e escaláveis, nos modelos de negócio B2B ou B2B2C, com faturamento mínimo de R$ 20 mil mensais e que estejam em rodada de captação no estágio pré-seed ou seed.

As interessadas podem submeter sua inscrição até o dia 10 de setembro através do site do projeto e passarão por um processo de avaliação, com entrevistas feitas por um comitê especializado, que analisará nove pilares do negócio.

Os pilares são: time, perfil, escalabilidade, produto, modelo, marketing, mercado, vendas e financeiro.

No dia 25 de setembro, serão divulgados os negócios mais bem avaliados, que passam para a última etapa, a apresentação de pitch.

Durante o evento Startup Summit, no dia 15 de outubro, as empresas ficarão frente a frente com os investidores, em 10 bancas. Eles definirão, no mesmo dia, quais serão as 50 investidas, assim como os valores dos investimentos.

“Pretendemos tornar esta iniciativa na maior ação de investimentos em startups já realizada no país. Queremos conhecer e fortalecer as startups que fazem diferença em todas as regiões brasileiras e impactam todo o ecossistema de inovação nacional”, adianta Bruno Quick, diretor técnico do Sebrae.

Cada startup poderá receber até R$ 300 mil para acelerar seu negócio, em troca de um percentual da empresa. 

"Ter o Sebrae como parceiro na criação desta iniciativa é um passo importante para o ecossistema, porque ajuda a conectar mais startups apoiando nossa missão de democratizar o acesso a investimento”, destaca João Kepler, CEO da Bossanova Investimentos.

A Bossanova foi criada em 2015 por meio da união do portfólio dos investidores anjos João Kepler e Pierre Schurmann. Em 2017, o Grupo BMG entrou na sociedade e, dois anos depois, foi a vez do empresário Thiago Oliveira.

Em 2021, Thiago Nigro tornou-se sócio através do Grupo Primo e Janguiê Diniz, fundador do grupo Ser Educacional, adquiriu 25% da empresa.

No Portfólio da Bossanova, constam mais de 550 startups, como RankMyApp, Smarthint, Kinvo, Hand Talk e Hallo, além de exits como dLieve, Agenda Edu, Melhor Envio e Pedala.

Criado em 1972, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) tem sede em Brasília e 700 pontos de atendimento nas 27 Unidades da Federação, onde são oferecidos cursos, seminários, consultorias e assistência técnica para pequenos negócios de todos os setores.

Veja também

PACTO
Rio Grande do Sul terá rede de inovação em baterias

PUC-RS, UFRGS e Unisinos têm acordo em área chave da indústria do futuro.

MANUTENÇÃO
Tractian capta R$ 17 milhões

Rodada seed foi liderada pela DGF Investimentos com participação da Citrino e de executiva da Siemens.

VAREJO
Super Muffato tem pagamento por biometria facial

Projeto é da Payface, uma startup de Florianópolis que está em alta no nicho.

CARREIRA
Laux assume como CTO na Ateliware

Empresa de desenvolvimento de software foi o berço de startups como Minestore e Pipefy.

FORÇAS
Instituto Hélice e Trino Polo têm acordo

Entidades têm agenda comum de temas prioritários para inovação na Serra Gaúcha.

BOLADA
Idwall levanta R$ 210 milhões

Rodada série C foi liderada pelo family office Endurance com participação de outros sete fundos.