Antenas no Beira-Rio ficarão. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

As cerca de 241 novas antenas colocadas pela Oi para ampliar a cobertura de telefonia durante a Copa do Mundo serão mantidas como legado da Copa para o uso no estádio - tanto a cobertura 3G e 4G, quanto os hotspots Wi-Fi.

Segundo destaca a operadora, as partidas realizadas pela Copa do Mundo no Estádio Beira-Rio atendeu de forma bem-sucedida os espectadores, uma média de 40 mil por jogo.

"O reforço na cobertura móvel do Beira-Rio ficará como legado para os torcedores colorados pois as antenas e hotspots ficarão disponíveis e funcionando durante os demais campeonatos", destacou a operadora em nota.

As antenas, distribuídas pelas arquibancadas, praças de acesso, pelos camarotes, vestiários, corredores e estacionamentos, foram conectadas a aparelhos instalados em uma sala no de TI do estádio. A estrutura serve para melhorar tanto os serviços de voz como dados, nas tecnologias de segunda, terceira e quarta gerações (2G, 3G e 4G).

Além da Oi, outra operadora que anunciou investimentos de reforço em sua infraestrutura para a Copa e que ficarão como legado foi a Vivo. A operadora firmou com a prefeitura de Porto Alegre um acordo para a instalação de doze estações radio-base sustentáveis.

Segundo informações da Vivo, a operadora foi a única a receber licença do município para a instalação destas antenas, com postes em diversos pontos da capital e foco especial em pontos de alta concentração de pessoas durante o evento esportivo.

vA ideia com este novo tipo de instalação é o de substituir as antenas tradicionais de celular por uma infraestrutura subterrânea de baixo impacto visual e consumo reduzido de energia, ligadas a postes convencionais de iluminação pública.