A Casa Oracle está situada no Co.W. Coworking Berrini. Foto: Divulgação.

A Oracle agora conta com um novo espaço em São Paulo para estreitar conexões com clientes, parceiros, estudantes, educadores, startups, desenvolvedores e comunidade. 

O novo ambiente, chamado de Casa Oracle, tem o objetivo de incentivar a inovação em diversas frentes, incluindo a co-criação de soluções baseadas em tecnologias emergentes como internet das coisas, inteligência artificial, blockchain, entre outras.

A empresa quer atrair para a Casa Oracle um público variado, como estudantes e professores do programa Oracle for Knowledge; escolas técnicas e ONGs que participam das atividades de Cidadania Corporativa, como AI for Good; startups do programa Oracle for Startups; clientes e parceiros para encontros e sessões de prototipagem e design thinking.

O ambiente conta espaços colaborativos como laboratório de inovação, local para design thinking, espaço de coworking para desenvolvedores, estudantes e influenciadores e estúdio audiovisual. Além disso, há uma área reservada para prototipagem e demonstrações de realidade virtual, análise comportamental e big data.

“Estamos muito felizes e orgulhosos de termos uma casa no Brasil para permitir a consolidação da nossa cultura, como empresa de tecnologia, que habilita a transformação dos nossos clientes. Precisamos estar inseridos neste contexto e propiciar aos nossos clientes esta materialização prática de suas ideias”, diz Rodrigo Galvão, presidente da Oracle.

Idealizada por uma equipe multidisciplinar, a Casa Oracle conta com funcionários de diversas áreas da empresa. 

“Eles formaram um comitê, organizaram a reforma do espaço, criaram as regras de utilização e governança da casa e até elegeram um ‘síndico’. É uma clara demonstração de como a mudança cultural da empresa vem favorecendo o surgimento de projetos ‘bottom up’, propostos pelos próprios funcionários”, explica o executivo.

A Casa Oracle está situada no Co.W. Coworking Berrini, um galpão industrial reformulado. São 6 mil metros quadrados de estrutura e capacidade para receber até 760 pessoas.

O local será usado para fomentar a atração de startups e conexão da Oracle com clientes e colaboradores.