Posse da nova diretoria foi pela Internet, devido ao coronavírus.

Robinson Patroni, da MGA, será o presidente para o biênio 2021/2022 da Software by Maringá, entidade que reúne mais de 100 empresas de TI da cidade paranaense.

O empresário substitui Luis Marcos Campos, CEO da Makito Software.

“Temos alguns desafios prioritários em nosso planejamento estratégico. Esses temas incluem a formação de mão de obra em diversas frentes para posicionar Maringá e região como um celeiro de profissionais de tecnologia e inovação”, aponta Patroni.

Já Campos destacou entre as realizações da sua gestão a doação para a entidade por parte da prefeitura de um terreno dentro do futuro parque de tecnologia da cidade, no qual a Software by Maringá pretende construir ao menos duas torres para venda e locação com conceito de praça de alimentação, coworking e espaço para eventos.

A Software by Maringá foi fundada em 2007, visando articular as empresas de TI da cidade.

Em 2016, a SbM foi nomeada agente de agência de promoção de software Softex na região, liderando a capacitação de empresas para exportações.

A entidade tem a meta de posicionar Maringá e região como um dos quatro principais polos de TI do Brasil.

A meta é ousada, mas a verdade é que Maringá tem boas perspectivas. 

Com 430 mil habitantes, a cidade é a terceira maior do Paraná, só atrás da capital Curitiba e da vizinha Londrina, que tem um tamanho similar.

A estimativa é que Maringá tenha hoje 400 empresas do ecossistema de TIC, com cerca de 5 mil funcionários.

Segundo dados da prefeitura, o setor faturou R$ 802 milhões na cidade em 2017, um aumento de quase 10 vezes frente aos números de 2012, sendo hoje em dia 10% da arrecadação de ISS de Maringá.