B2W caindo. Foto: reprodução.

A B2W, que controla os sites Submarino, Americanas.com, Ingresso.com e Shoptime, anunciou um investimento de R$ 1 bilhão para a abertura de pelo menos dez novos centros de distribuição no país.

A decisão chega para amenizar os problemas apresentados nos prazos de entrega e atendimento dos pedidos, que renderam prejuízo de milhões em indenizações e multas aos clientes no últimos anos.

Segundo Fábio Abrate, diretor de relações com investidores da companhia, o investimento será empregado nos próximos três anos, destinado à tecnologia, inovação e logística, informa a Exame.

“Estamos bem melhores no que diz respeito ao atendimento dos nossos clientes, mas ainda existe uma longa estrada a ser percorrida”, afirmou o executivo, em teleconferência com analistas e investidores, nesta sexta-feira.

PREJUÍZO

A empresa de e-commerce abriu os seus resultados em 2012, contabilizando um revés de R$ 170,7 milhões, quase o dobro da queda registrada em 2011, de R$ 89,2 milhões.

A B2W chegou a ter um aumento de 14% em sua receita, avançando para R$ 4,81 bilhões, mas os custos da companhia também tiveram um ganho semelhante (15,6%), chegando a R$ 3,66 bilhões.

As despesas operacionais, por sua vez, tiveram um salto de 20%, para R$ 985,6 milhões, segundo destaca o Valor.

O Ebit, lucro antes de juros e impostos, da companhia caiu para R$ 159,8 milhões, um recuo de 32,4% em relação a 2011. A margem operacional caiu de 5,6% para 3,3%.

Com este resultado financeiro, a B2W fechou 2012 no vermelho, com R$ 420,2 milhões negativos, aumentando o rombo de R$ 372,1 milhões de 2011 em 13%.

DIFICULDADES

A B2W, empresa que resultou da fusão entre Submarino, Americanas e Shoptime, vem enfrentando dificuldades para solucionar problemas operacionais.

Após a sua criação em 2006, a B2W entrou no mercado assumindo imediatamente cerca de 50% do mercado online, com um valor de mercado estimado em R$ 6 bilhões. Atualmente, segundo pesquisa do site e-bit, o grupo ainda é líder, mas possui uma fatia do mercado de apenas 25%.

O grupo controla as empresas Lojas Americanas, Submarino, Shoptime, bem como as subsidiárias Ingresso.com, B2W Viagens e Submarino Finance. O grupo ainda é responsável pelas operações físicas e online da Blockbuster no Brasil.