Divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A consultoria Certtum, especializada em projetos arquitetônicos para estruturas críticas, quer  chegar a R$ 2 milhões de faturamento em 2012 com os projetos em data centers.

Empresa com sede em Porto Alegre, a Certtum afirma assinar dois terços dos data centers construídos no Rio Grande do Sul nos últimos três anos.

Plantas como a do CIEE-RS, da Vonpar, da Sulgas e da Secretaria da Fazenda do estado, além do projeto de um novo centro para o Hospital de Clínicas, em conjunto com outras instituições federais, saíram das pranchetas da empresa.

Todos projetos concentrados no estado gaúcho, o que aponta o desafio de 2012: sair do estado.

CERTIFICAR PARA CONQUISTAR
Segundo Neri Pluhar Pescador, um dos sócios da empresa, clientes em São Paulo, Mato Grosso, Goiânia, Rio de Janeiro e Minas Gerais já estão sendo prospectados, num segmento com raros  competidores.

“No Brasil, poucas empresas se dedicam ao projeto em si, geralmente se concentrando no prédio como um todo, no caso de construtoras. Esse é o nosso diferencial”, argumenta Pescador.

Na Certtum, os projetos são desenvolvidos de acordo com normas técnicas que podem garantir ao prédio certificações como a 942 (ANSCI e NSI) e a 27.002. Além disso, a empresa tem profissionais credenciados no Times Institute, que regulamenta procedimentos para as obras.

Completada a construção, os clientes podem solicitar uma auditoria para obter certificação.

“Temos observado que isso não tem sido feito no Rio Grande do Sul, provavelmente porque se tratam de data centers próprios”, avalia Pescador.

Na opinião do engenheiro, clientes em São Paulo, por exemplo, já devem buscar os certificados, especialmente aqueles que prestarem serviços, como ofertas de cloud computing.

Isso porque, segundo o empresário, as normas são um atestado de segurança para o mercado.

Para garantir a obra, conta Pescador, além de fazer o projeto a Certtum fiscaliza a implantação. Em várias etapas da construção, os engenheiros responsáveis pelo estágio em questão vão ao canteiro acompanhar os trabalhos.

PROJETOS SOB MEDIDA
Nem sempre, no entanto, as obras são feitas do zero. É o caso da Secretaria da Fazenda gaúcha.

Edifício construído no início do século passado, o prédio no número 1044 da rua Siqueira Campos, no Centro, em Porto Alegre, é tombado, não podendo sofrer modificações na sua estrutura para a reforma do data center.

As soluções foram criativas.

Sem a possibilidade de mudanças no alicerce do prédio, os geradores foram suspensos a 1,2 metro do chão, caso a área sofra com enchentes, e colocados numa corredor externo entre os dois prédios.

Equipamentos de ar-condicionado e outros maquinários foram colocados no mesmo espaço, que virou um corredor de serviço.

“Tivemos que negociar com órgãos de patrimônio e o cliente. Nosso objetivo é gastar o menos possível”, diz Pescador.

PRONTOS PARA OS GRINGOS
Todos esses procedimentos, acredita Pescador, credenciam a Certtum para absorver a demanda de empresas do exterior que planejam instalar-se no Brasil.

Segundo Pescador, as diretrizes básicas relativas às solicitações (tamanho, segurança, disponibilidade, etc)  devem vir da matriz dessas companhias empresas, porém as questões locais deverão ser atendidas por especialistas já familiarizados com o Brasil.

"Registro de profissionais, licenciamento ambiental e principalmente aspectos construtivos, levarão as empresas que vierem de fora a optar pelo desenvolvimento de projetos aqui, pela facilidade na implementação (prazos e custos)", prevê o diretor.

Com seis anos de mercado, a empresa conta com profissionais de especialidades diversas, como engenheiros mecânicos, de segurança, elétrica e arquitetos.