Raul Moreira, presidente da Alelo. Foto: Divulgação.

A Veloe, nova marca da Alelo, foi nomeada pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) como nova operadora de pedágio eletrônico autorizada a atuar nas rodovias paulistas. 

Com a chegada da Veloe, há quatro operadoras autorizada a realizar esse tipo de serviço no estado (somada a Sem Parar, Conect Car e Move Mais). 

O início da comercialização dos planos da Veloe está previsto para 2018. A Alelo espera que a Veloe atinja 1,5 milhão de usuários até 2020.

"A Alelo já atua fortemente em transporte, com produtos para gestão de frota e abastecimento de veículos. A Veloe vem complementar essa atuação da empresa nesse segmento", afirma Raul Moreira, presidente da Alelo, de acordo com o Estado de Minas.

Segundo a Artesp, 60% dos pagamentos de pedágio em 6,9 mil quilômetros de rodovias em São Paulo ocorrem via sistemas eletrônicos, com as atuais empresas em operação administrando 4,4 milhões de etiquetas instaladas em veículos que circulam no estado.

A agência ainda estima que quando a adesão aos sistemas automáticos chegar a 80% dos pagamentos, será possível iniciar os estudos para adoção de um modelo sem cancelas de pedágio, aumentando a fluidez nas estradas.

A Veloe trabalhará em conjunto com outras empresas do grupo Alelo, como a Livelo, companhia do segmento de fidelidade que une Bradesco e Banco do Brasil. 

"A ideia é explorar essa vantagem do programa de fidelidade como diferencial, para que o consumidor se sinta estimulado a usar cada vez mais esse tipo de tecnologia", detalha, segundo o EM.

Serviços como pagamento de estacionamentos e cancelas eletrônicas de shopping também serão parte da atuação da Veloe.