SEGUROS

Pier: adequação à LGPD com Dados Legais

08/06/2021 10:21

A startup carioca tem foco na comunicação entre empresas e titulares de dados.

De acordo com a LGPD, as empresas devem cumprir as solicitações dos titulares de dados. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Pier, plataforma paulistana de seguros para celulares e carros, contratou a Dados Legais, startup carioca com foco na comunicação entre empresas e titulares de dados, para se adequar às exigências da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

A LGPD entrou em vigor em setembro de 2020 e, de acordo com a lei, as empresas devem cumprir as solicitações dos titulares de dados — como acesso, exclusão, anonimização e bloqueio.

Segundo a Dados Legais, responder essas solicitações pode ser um processo demorado e custoso se feito de maneira manual e descentralizada. 

Para apoiar o gerenciamento dessas demandas, a empresa automatiza os fluxos de atendimento dos direitos dos titulares, além da gestão de consentimento e cookies no site da companhia, por meio da captura dos aceites dados pelo cliente.

“Nossa plataforma também possibilita a automatização do levantamento dos dados, classificação das bases legais e finalidades, reduzindo o custo e gerando governança dentro das empresas”, afirma Luiza Leite, CEO e fundadora da Dados Legais.

Para a Pier, o ponto central do projeto foi o mapeamento dos dados, com a plataforma que identifica os fluxos dos dados pessoais dentro da empresa através de integrações com os bancos internos e de terceiros.

“Reconhecida por ser uma seguradora inovadora, confiável e que consegue oferecer uma experiência incrível aliada a preços justos, a Pier agora também conta com uma plataforma que possibilitará aos seus membros realizar o exercício de seus direitos de forma segura e sem burocracia, a fim de cumprir com a LGPD”, destaca Bárbara Possignolo, head de Legal & Compliance da Pier.

A LGPD prevê multas de até 2% do faturamento bruto anual, podendo chegar a um máximo de R$ 50 milhões para vazamentos de dados.

Fundada em 2018, a Pier criou um seguro nacional para celulares com assinatura mensal e, em março de 2020, lançou o seguro auto e vem testando o mercado. Com mais de 34 mil clientes, a empresa já pagou mais de R$ 9,7 milhões em reembolso de celulares e automóveis.

Em outubro de 2020, a seguradora digital recebeu um aporte de US$ 14,5 milhões em rodada série A liderada pelo fundo Monashees com participação do Canary, Mercado Livre e BTG Pactual. A companhia cresceu 127% em receita mensal no último ano.

A Dados Legais também foi fundada em 2018, no Rio de Janeiro, e é a primeira RegTech brasileira focada em possibilitar o exercício dos direitos dos titulares de dados pessoais, conforme artigos 17 e 18 da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Veja também

LGPD
Santher aumenta segurança com Microsoft

Projeto visando compliance com ISO 9001 e LGPD foi entregue pela Solo Network.

SEGURANÇA
Ex-Sophos assume vendas e canais na Appgate

Marcos Tabajara foi country manager da companhia e tem mais de 20 anos de carreira.

LÍQUIDOS
Vazamento da Vivo foi um pingo

Operadora revelou que dados de 224 clientes vazaram em 2019 e não 24 milhões.

PROTEÇÃO
Grupo RBS: adequação à LGPD com PrivacyTools

Programa voltado à privacidade de dados também contou com o escritório Baptista Luz Advogados.

DADOS
Ex-Einstein é a nova DPO da Boa Vista

Viviane Rico Menezes também passou por organizações como KPMG e Bunge.

LGPD
Inovação digital deve seguir conceito Privacy by Design

Velocidade da expansão dos ambientes digitais e leis de privacidade trazem desafios.