Santher é uma das maiores no país no seu segmento. Foto: Pixabay.

Tamanho da fonte: -A+A

A Santher, uma das mais tradicionais fabricantes de papel higiênico no país, adotou tecnologias de segurança da Microsoft visando entrar em compliance com a nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

O projeto envolveu o uso de soluções rodando na nuvem Azure como Active Directory, Information Protection, Data Loss Prevention (DLP) e Microsoft 365 Compliance Manager, implementadas pela Solo Network, após uma avaliação do ambiente da empresa.

A adoção das ferramentas aconteceu depois da Santher estabelecer como objetivo a obtenção da certificação ISO 27001, referência internacional para a gestão de Segurança da Informação.

As soluções adotadas foram principalmente na proteção de dados sensíveis, restrição para que informações sigilosas fossem compartilhadas sem autorização pelos colaboradores e no processos de categorização de informações sigilosas e públicas.

“O trabalho da Solo foi fundamental, pois nos ajudaram a identificar várias oportunidades de melhorias sem necessidade de investir mais por isso e, novamente, a Microsoft se mostrou um parceiro em que podemos confiar para atender as mais avançadas necessidades de segurança”, finaliza Leandro Silva,  gerente executivo de Tecnologia da Informação da Santher. 

A LGPD foi aprovada em 2020 e entra em vigor em agosto. A nova legislação prevê multas de até 2% do faturamento bruto anual, podendo chegar a um máximo de R$ 50 milhões para vazamentos de dados.

A Santher produz papel higiênico, papel toalha, guardanapos, fraldas e absorventes. A receita líquida foi de R$ 1,7 bilhão em 2020. 

A Solo Network é parceira de fabricantes de software e hardware, com destaque para as soluções Microsoft, Kaspersky, Adobe, Autodesk, Huawei e Lenovo, entre outros. A empresa tem 5 mil clientes ativos e operações em Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Salvador.

Em 2020, a empresa foi Microsoft Partner of the Year Brazil e o Adobe Partner of the Year Americas, neste último caso, um destaque nunca antes obtido por uma empresa brasileira.