Fabiano Ornelas.

A Dell fechou um acordo com a Ingram Micro para que a distribuidora também trabalhe com suas linhas de software.

No momento, essa oferta consiste soluções para proteção de dados, backup e recuperação de desastres da Dell, assim como os produtos Kace, voltados à gestão de ativos e implantação de sistemas.

A Ingram já era distribuidora da Dell no país desde maio do ano passado, mas apenas para a linha de hardware, assim como a Network1, a primeira distribuidora da multinacional no Brasil, que iniciou seus trabalhos em 2014.

“Os canais representam um pilar fundamental na estratégia da Dell Brasil de posicionar-se como o fornecedor melhor preparado para oferecer a infraestrutura de TI aos clientes, com hardware, software e serviços”, pontua Fabiano Ornelas, diretor de Canais da Dell Brasil. 

O anúncio, no entanto, é bem menos impactante do que teria sido poucas semanas atrás. 

No final de junho, a Dell fechou um acordo para vender parte de sua divisão de software para os fundos Francisco Partners e Elliott Management.

O negócio envolve as unidades Quest Software e Sonicwall, mas ainda pode incluir outras partes. Segundo a Reuters, a transação foi fechada em mais de US$ 2 bilhões.

A Quest oferece serviços de TI e foi adquirida em 2012 pela Dell por US$ 2,4 bilhões. A Sonicwall foi comprada no mesmo período, mas não teve o valor do negócio divulgado na época. O Wall Street Journal informa que o acordo foi fechado em US$ 1,2 bilhão.

Ambas companhias já tinham uma presença e uma base de clientes no Brasil antes da aquisição pela Dell, o que tornaria o negócio anunciado agora bem mais atrativo para a Ingram.

O movimento vai permitir que a Dell corte parte da dívida de US$ 43 bilhões assumida para adquirir a fabricante de equipamentos para armazenamento de dados EMC, um negócio avaliado em cerca de US$ 60 bilhões.