Fundado em 1942, o SENAI realizou mais de 2,3 milhões de matrículas no ano de 2018. Foto: Divulgação.

A Amazon Web Services (AWS) assinou um Memorando de Entendimento com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) para promover conjuntamente projetos voltados à educação tecnológica no Brasil. 

A colaboração fornecerá suporte, treinamento e eventos virtuais para a comunidade acadêmica do SENAI. O foco do projeto está na capacitação com o conteúdo dos programas globais da AWS em educação, pesquisa e inovação, como o AWS Educate e a AWS Academy. 

"Estamos em um momento muito positivo. As instituições já entenderam os benefícios da tecnologia e estão procurando novas maneiras de usar os recursos da computação em nuvem. Juntamente com o SENAI, temos a oportunidade de fortalecer e capacitar uma nova geração de profissionais brasileiros ", afirma Max Peterson, vice-presidente de vendas internacionais do setor público da AWS.

O AWS Educate é uma iniciativa global da Amazon que oferece recursos voltados para aprendizado relacionado à nuvem a alunos e docentes. 

No Brasil, o AWS Educate possui mais de 8 mil membros, de 119 instituições, incluindo USP, Unicamp, Mackenzie, UFRJ e o grupo Kroton. 

Na parceria com o SENAI, mais de 3 mil integrantes serão capacitados no primeiro ano de trabalho, tornando o SENAI o maior polo do Brasil. A AWS também fornecerá créditos para o desenvolvimento de projetos de tecnologia em nuvem.

Em todo o mundo, mais de 2.400 instituições participam deste movimento, incluindo a Carnegie Mellon University, a Cornell Tech, a Universidade Nacional de Seul e o National College of Ireland. 

Já a AWS Academy Cloud Foundation é um curso introdutório que fornece uma visão geral dos conceitos de nuvem, serviços principais da AWS, segurança, arquitetura, preços e suporte.

A AWS Academy Cloud Architecting oferece um curso focado em especialização técnica em computação em nuvem e as habilidades necessárias para obter a certificação AWS Certified Solutions Architect.

No primeiro ano de trabalho, o SENAI engajará 10 unidades de tecnologia de sua rede de faculdades no programa, impulsionando o treinamento e a certificação de profissionais focados em projetos de tecnologia em nuvem.

O acordo envolve também o AWS Cloud Credits for Research, um programa que apoia pesquisadores que procuraram criar soluções baseadas em nuvem para facilitar sua pesquisa e trabalhar com suas comunidades; criar provas de conceito ou benchmark para avaliar a eficácia de cargas de trabalho de pesquisa ou pacotes de dados na nuvem e realizar workshops e tutoriais para treinar sua comunidade.

A AWS ainda fornecerá créditos para projetos em nuvem aos alunos participantes do projeto SENAI Saga de Inovação, que visa fomentar a inovação idealizada pelos alunos e docentes do SENAI.

Fundado em 1942, o SENAI realizou mais de 2,3 milhões de matrículas em 587 unidades fixas e 457 móveis no ano de 2018. 

Com uma rede de 26 Institutos de Inovação e 58 Institutos de Tecnologia, a instituição também é o maior parceiro da indústria no apoio a projetos de pesquisa, desenvolvimento, inovação e serviços técnicos. No ano passado, realizou 1.334.971 ensaios laboratoriais e atendeu a 19.749 empresas com serviços técnicos e tecnológicos.