CRO

Magalu compra Juni

08/07/2021 17:38

A startup é especializada na otimização da taxa de conversão de vendas para e-commerce.

Esta é a nona aquisição da Magalu em 2021. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Magalu anunciou a aquisição da Juni, startup especializada na otimização da taxa de conversão de vendas (CRO, na sigla em inglês) para e-commerce.

Como de costume, a companhia não revelou o valor nem os termos da transação.

Fundada em 2018, a Juni tem sede em São Paulo e conta com uma metodologia proprietária que mistura análise de dados, pesquisas com clientes, design e tecnologia.

A junção destas especialidades permite analisar diferentes comportamentos de compra on-line, propor melhorias baseadas em dados e atuar nas principais alavancas de venda e rentabilização dos canais digitais de diversas indústrias como varejo próprio, multimarcas, aviação e turismo.

Com a compra, o Luizalabs vai ganhar sua área interna de CRO, que será formada pelo time da Juni. No LinkedIn, essa equipe soma 25 pessoas.

Além disso, a intenção é que as novas ferramentas ajudem os mais de 56 mil sellers do Magalu, que hoje operam no marketplace, a aumentar suas vendas. 

Após a aquisição, o aplicativo Magalu contará com novas ferramentas baseadas em análise de dados para aprimorar a experiência do cliente, melhorar a conversão e promover o crescimento de vendas do e-commerce. 

Esta é a nona aquisição da Magalu em 2021. Neste ano, a empresa já trouxe para seu portfólio Plus Delivery, ToNoLucro, GrandChef, Bit55, Jovem Nerd, SmartHint, VipCommerce e Steal The Look.

No ano passado, a companhia realizou 11 aquisições, entre elas Estante Virtual, AiQFome, Hubsales, Stoq, Inloco, Canaltech, ComSchool e a Hub Fintech.

Listada no Novo Mercado da B3 desde maio de 2011, a Magalu conta com mais de 47 mil funcionários e 1,3 mil lojas em 21 estados do país. Seu marketplace conta com 33 milhões de usuários ativos.

Veja também

FINTECH
PagSeguro vai comprar o Banco BV?

Fontes do Brazil Journal e do Valor Econômico confirmam negócio bilionário. A empresa nega.

LEVOU
Tivit compra Lambda3

Empresa tem 120 funcionários e foco em desenvolvimento ágil de software.

E-MAILS
Penso compra Inova

Com o negócio, empresa totaliza 1 milhão de caixas de correio eletrônico.

SOFTWARE
Encora compra Daitan

Empresa tem 500 funcionários em Campinas e faturou US$ 34 milhões em 2019.

ALUGUÉIS
Loft compra CredPago

A aquisição inclui os 51% dos fundadores e os outros 49% controlados pelo BTG Pactual.

REFORÇO
Linx compra 40% da Neomode

Startup de Curitiba tem tecnologia para a área de e-commerce.