TENDÊNCIA

5 curiosidades sobre a história da IA

08/08/2018 16:15

Paulo Henneberg, Field Marketing Manager da Hitachi Vantara. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Por Paulo Henneberg*
A Inteligência Artificial está na moda. Todo dia vemos histórias novas e interessantes sobre sua utilização.  Só que, como toda tecnologia, a jornada da IA não foi simples e poucos imaginam quanto empenho foi necessário para chegar ao resultado que temos hoje. Portanto, decidi olhar para trás e enumerar cinco dos principais momentos da história que influenciaram o seu desenvolvimento:

 

1 - Conhecido como o pai dos computadores modernos, Alan Turing publicou um artigo em 1950 descrevendo o Teste de Turing - também conhecido como "Jogo da Imitação" - que testou se uma máquina poderia convencer uma pessoa a pensar que ela era humana. Esse teste deu origem ao que conhecemos hoje como filosofia da inteligência artificial

 

2 - O cientista da computação John McCarthy cunhou o termo "inteligência artificial" em 1956, numa conferência na Universidade de Dartmouth. Depois disso, o governo dos EUA concedeu financiamento a McCarthy e ao colega cientista Marvin Minsky para desenvolver a IA e ajudar a fortalecer a posição do país na Guerra Fria, contra a Rússia. Muitos esforços foram feitos no uso da inteligência artificial para entender os padrões da língua russa. O que eles esperavam era traduzir documentos russos em maior escala e mais rapidamente.

 

3 - A década de 1970 representou o inverno da vida da IA. Os financiamentos governamentais foram cortados, já que não houve progresso suficiente. Em 1973, o professor Sir James Lighthill argumentou que as máquinas nunca seriam capazes de alcançar mais do que um nível “amador experiente” no xadrez.

 

4 - Em 1997, após um aumento no financiamento para a IA e seu sucesso comercial nos anos 80, o supercomputador Deep Blue da IBM venceu o campeão mundial de xadrez Garry Kasparov. O Deep Blue foi capaz de analisar até 200 milhões de posições potenciais por segundo.

 

5 - Em 2016, uma equipe do Google ensinou um computador a guardar segredos criando redes neurais que podem criptografar informações e ocultá-las umas das outras. Eles ensinaram as redes "Alice" e "Bob" a criptografar informações e compartilhá-las umas com as outras, evitando que a terceira rede chamada "Eve" a decifrasse.

 

Hoje, com a IA se tornando mais acessível em diversas vertentes, seja nas indústrias ou nas casas das pessoas, só podemos esperar por um futuro cada vez mais inteligente. Desafios de segurança e confiabilidade ainda estão postos, mas fica também a curiosidade sobre em que nível estará a Inteligência Artificial daqui 5 anos. Dada a velocidade dos avanços, é possível que tenhamos uma nova lista com mais do que 5 novos fatos históricos para contar!

*Paulo Henneberg é Field Marketing Manager da Hitachi Vantara.

Veja também

AMÉRICA LATINA
Unisys tem novo VP de vendas

Antes, Marcus Luz construiu uma carreira na Cisco.

EVENTO
Inteligência Artificial será tema do FIC18

A 14ᵃ edição do Festival de Interatividade e Comunicação (FIC) vai acontecer em outubro.

DESENVOLVIMENTO
Adoção da Cultura DevOps: o que ainda falta?

No movimento de junção da área de desenvolvimento com a de operações, ainda há falta de integração.

FASE 3
SAP Labs aplicará R$ 120 mi em expansão

A obra será iniciada em novembro de 2018 e deve durar cerca de 18 meses.

GESTÃO
Runrun.it: tempo é dinheiro

A Runrun.it investiu R$ 1 milhão no desenvolvimento de uma nova ferramenta.