Leonel Oliveira.

A Nutanix, fabricante de appliances para armazenamento e virtualização, fechou um acordo de distribuição no Brasil com a CNT/Arrow Brasil e a Network1. 

Os parceiros serão os responsáveis pela captação, capacitação e certificação de revendas no País. 

Atualmente, a Nutanix conta com 30 revendas cadastradas no Brasil, sendo 15 ativas e 10 profissionais certificados.

A previsão de vendas anual da Nutanix anunciada em agosto último ultrapassou a marca de US$ 200 com base nos resultados do seu quarto trimestre fiscal, que terminou em 31 de julho de 2014. 

A Nutanix também revelou que agora tem 800 clientes no mundo, incluindo 29 clientes que compraram mais de US $ 1 milhão em produtos e serviços agregados, sendo que 13 desses, tornaram-se clientes em janeiro deste ano. 

Hoje, a Nutanix emprega mais de 600 pessoas e vendeu produtos em 43 países diferentes, em mais de 30 países há apenas seis meses.

De acordo com a empresa, o segredo dos bons números é ser a primeira a trazer tecnologias que gigantes como  Google, Amazon e Facebook usaram para construir e operar seus datacenters para o público geral.

Seja como for, as coisas tem acontecido rápido para a empresa no Brasil.

Depois de abrir operações por aqui em janeiro, comandadas por Leonel Oliveira, ex-country manager da Riverbed, a empresa cadastrou uma série de canais - Agility Networks, Servix, HQS, Decatron, IPTrust, TechChannel, entre outros – e iniciou a produção nacional de alguns equipamentos em uma fábrica em Ilhéus, na Bahia.

A Nutanix foi fundada em 2009 e em três anos de operação fez vendas de US$ 100 milhões. Em quatro rodadas de captação de fundos realizadas, a empresa levantou US$ 172,2 milhões que vêm sendo destinados a acelerar sua expansão global.