Jacobo Cohen Imach, presidente da ALAI. Foto: Divulgação.

Empresas de internet sediadas ou com filiais importantes na América Latina acabam de anunciar a criação da ALAI (Associação Latinoamericana de Internet). 

A organização civil de caráter internacional e sem fins lucrativos conta por enquanto com MercadoLivre, Decolar.com, Facebook, Google, PedidosJá, Restorando, Workana e Yahoo!, além de startups.  

A presidência da entidade será exercida, em um primeiro mandato, por Jacobo Cohen Imach, vice-presidente de Assuntos Jurídicos e Relações Governamentais do MercadoLivre. 

“Nosso principal objetivo é contribuir de maneira séria e eficaz para o debate sobre o desenvolvimento da Internet na região”, afirma.

A associação afirma que tem o objetivo de apoiar a inovação, o empreendedorismo e os investimentos que ampliem o impacto social, econômico e cultural da internet na região. 

Para isso, atuará para promover o crescimento dos serviços de internet na América Latina, com o desenvolvimento de políticas públicas e o diálogo público-privado entre diversos setores, como universidades, sociedade civil, comunidade técnica, governo, etc.

“Vamos trabalhar para criar uma maior cooperação entre outras entidades do setor e formar usuários dos vários serviços possíveis com a internet, como serviços que compõem o que chamamos de ecossistema de internet”, completa Imach.

Gonzalo Navarro, nomeado diretor Executivo da ALAI, afirma que a associação representará seus membros em diversas situações em que as empresas tiverem que se posicionar. 

“A partir de hoje, a ALAI é um importante porta-voz do setor na América Latina e Caribe, contribuindo para enriquecer o debate sobre os temas da internet e os pontos de vista de maneira atualizada e equilibrada”, completa.