Anderson Locatelli, fundador e CEO da Sled. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Sled, plataforma curitibana de produtos financeiros focada no varejo físico, acaba de receber seu segundo aporte da Astella Investimentos, desta vez no valor de R$ 7 milhões.

A startup nasceu em 2016 como Troco Simples, focada no troco digital. Em 2020, ampliou as soluções oferecidas e mudou seu posicionamento no mercado, adotando o nome Sled.

Além do troco, hoje a empresa atua com pagamentos via Pix, doações e saques diretamente no PDV.

Seu fundador e CEO é Anderson Locatelli, até então diretor comercial e de marketing da NDD que, hoje, segue sendo advisor da empresa de desenvolvimento de software.

Em agosto de 2019, a empresa já havia recebido um aporte no valor de R$ 2,5 milhões, também da Astella Investimentos. Com a nova injeção de capital, agora o objetivo é investir no crescimento do time e em novos produtos para se consolidar no Brasil.

“Este segundo aporte da Astella reforça que estamos no caminho certo. Teremos a possibilidade de investir em novos produtos para consolidar a nossa expansão por todo o Brasil”, avalia Anderson Locatelli, CEO da Sled.

Em relação ao time, a empresa tem 15 vagas abertas para o primeiro semestre, incluindo posições de engenheiro de software, UX designer, redator, entre outros. Até o final do ano, a startup prevê a abertura de mais de 30 vagas.

Para Laura Constantini, fundadora e sócia da Astella Investimentos, o aporte mantém a linha das empresas nas quais o fundo costuma injetar capital.

“Somos uma gestora de investimentos em venture capital brasileira reconhecida por atuar junto às empresas nos estágios seed e série A. No caso da Sled, os futuros lançamentos da empresa nos dão ainda mais confiança de que o canal que estão construindo junto ao varejo e pontos de venda pode ser remunerado de diversas formas”, avalia a executiva.

Criada em 2008, a Astella é uma gestora de investimentos em venture capital brasileira com foco em empresas nos estágios seed e série A.

Atualmente investindo seu quarto fundo, ela já apostou em mais de 30 empresas, entre elas RD Station (nova marca da Resultados Digitais), Omie e Sallve.