MUITA DEMANDA

Chineses de Wuhan travam sistema de pedidos de casamento

09/04/2020 14:20

Se por um lado os divórcios aumentaram, outros muitos casais estão tentando oficializar a união. 

Tempo em casa fez os chineses decidirem por mudanças na vida familiar. Foto: Pixabay.

Tamanho da fonte: -A+A

O sistema de pedidos de casamento da chinesa Alipay registrou um aumento de 300% no tráfego após o fim da quarentena em Wuhan, primeiro epicentro da Covid-19, que acabou há dois dias.

De acordo com o site Business Insider, a grande procura causou um congestionamento temporário na aplicação.

Os pedidos de casamento de Wuhan haviam sido suspensos em fevereiro e março, enquanto os 11 milhões de habitantes da cidade estavam sujeitos ao seu bloqueio de 76 dias.

Durante o bloqueio, o transporte local foi fechado e os residentes só poderiam deixar suas casas para realizar tarefas essenciais, como buscar comida, se tivessem permissão especial concedida por meio de um aplicativo obrigatório.

Eles precisavam confirmar que estavam saudáveis ​​e não haviam entrado em contato com ninguém infectado pelo coronavírus.

Por outro lado, a metrópole Xi'am, cidade localizada região central da China, registrou um recorde no número de pedidos de divórcio após o fim da quarentena no restante do país, que acabou bem antes de Wuhan.

Todos os horários disponíveis para tratar do tema nos escritórios locais estavam tomados por semanas em alguns distritos, além do país ter registrado uma procura acima da média por formulários de divórcio.

Além do sistema de pedidos de casamento, a Alipay é uma das plataformas de pagamento mais usadas na China, ao lado do WeChat, e também oferece um serviço para pesquisa de nomes de bebês.

Veja também

ALERTA
Depois da quarentena, recorde de divórcios na China

Parece que ficar muito tempo juntos sem poder sair é fatal para o relacionamento.

FUTURO
Depois do vírus, o mundo será bem diferente

Um olhar sobre como deve ser o mundo em 2023, depois que tudo isso passar.

VAREJO
Magazine Luiza reduz salários de executivos

Cortes chegam a 80% para CEO e vice-presidente de operações por um período de três meses.

PANDEMIA
Como a cloroquina virou a salvação da lavoura

Remédio se tornou cavalo de batalha do presidente Jair Bolsonaro. Saiba como tudo isso começou.

ÔNIBUS
Ouro e Prata faz layoff

Medida afeta 65% da equipe, incluindo aí os 23 funcionários da área de TI da empresa.

COVID-19
CEO do Twitter doa US$ 1 bilhão contra a pandemia

Valor, cerca de 28% do patrimônio pessoal de Jack Dorsey, financiará fundo criado pelo executivo.

ECONOMIA
Governo extingue PIS-Pasep e libera dinheiro

Valor do fundo será transferido para o FGTS, com liberação de saques de R$ 1.045 a partir de junho.

CORTES
Rock Content demite 20% da equipe

Empresa estava em alta, foi impactada pelo coronavírus e cortou cerca de 90 funcionários.

SAÚDE
Hospital Centenário tem VPN com Renovare Telecom

Empresa instalou solução gratuitamente para possibilitar o trabalho remoto na instituição.

COVID-19
Tussa aqui no app por favor

Universidade de Cambridge coleta sons de tosse, fala e respiração pelo celular.