COMPETIÇÃO COM PAYPAL

Amazon expande serviço de pagamento

09/06/2014 14:33

O recurso já estava sendo testado por startups nos últimos meses.

Ação coloca Amazon em competição mais próxima com PayPal. Foto: flickr.com/photos/accidentalhedonist.

Tamanho da fonte: -A+A

A Amazon está lançando um novo serviço de pagamentos, e espera que, em breve, ele seja adotado por startups e outras empresas que oferecem serviços baseados em assinaturas ou que contam com pagamentos recorrentes.

O serviço permite que os mais de 240 milhões de usuários que atualmente armazenam suas informações de cartão de crédito na Amazon façam pagamentos como assinaturas de apps de música até contas telefônicas mensais a partir deste cadastro.

O recurso já estava sendo testado por startups nos últimos meses. Entre elas estavam a empresa de telefonia celular Ting, de propriedade da Tucows, e o PeachDish.com

Segundo a Amazon informou ao TechCrunch, o recurso será oferecido para qualquer empresa de telefonia móvel ou web que utilize este tipo de opção de pagamento para gerar receita.

Este movimento coloca a Amazon em competição mais próxima com o PayPal, do eBay, além de empresas como Braintree, Google Wallet ou Stripe, que oferecem esse tipo de serviço para pagamentos. 

É também um passo notável da Amazon para um melhor aproveitamento dos dados que tem arquivados sobre os consumidores, além de gerar uma nova fonte de receita, pois a Amazon irá cobrar uma taxa para cada transação feita por meio do serviço, como a maioria de seus concorrentes.

A Amazon já havia criado medidas para competir com PayPal quando introduziu seu serviço “Login and Pay with Amazon”, que permite que os sites parceiros incluam um botão de pagamento para que os clientes paguem usando informações de cartão de débito e crédito arquivados no cadastro da Amazon. 

O lançamento do novo recurso de cobrança é uma extensão desse esforço anterior, afirma a Amazon, uma vez que será um serviço oferecido no “Login and Pay with Amazon", ao invés de ser uma oferta independente.

O movimento mostra a Amazon tentando se colocar ainda mais em áreas dominadas por PayPal e outros. Além disso, chega logo antes do lançamento do planejado primeiro smartphone da Amazon, que deverá ser revelada em 18 de junho, segundo o TechCrunch.

Isso significa que os fabricantes de aplicativos móveis que oferecem serviços baseados em assinatura, como streaming de música ou serviço de vídeos, também poderiam tirar proveito desta nova opção no momento em que o telefone chegar ao mercado.

 

Veja também

EXCLUSIVO
Renata Rico sai da Amazon

Renata foi uma das primeiras funcionárias da operação da gigante de cloud computing no Brasil.

ENTRANDO NA COMPETIÇÃO
Amazon prepara celular e plano de dados

Varejista deve lançar seu primeiro smartphone e planos de dados para os clientes.

DUELO DE GIGANTES
Amazon e Google: a guerra final na nuvem?

De acordo com alguns experts, Amazon já pode ser considerada a grande vencedora nessa disputa.

BRASIL
Amazon prepara venda de livros físicos

Varejista firmouparceria empresa de logística para o armazenamento e distribuição de livros físicos.

ENTRETENIMENTO
Amazon lança o Fire TV

Com aparelho, empresa quer crescer no mercado digital de entretenimento.