Rafael Tobara, diretor de tecnologia da Sapore. Foto: divulgação.

A Sapore, multinacional brasileira de restaurantes corporativos, substituiu o Google Suite pelo Microsoft 365 com implantação da SoftwareOne, líder global em gerenciamento de portfólio de software e computação em nuvem.

No projeto, a empresa contratou 2,6 mil licenças da suite da Microsoft para realizar 200 reuniões por dia e assegurar a troca de 17 mil mensagens. 

Segundo a Sapore, a escolha foi realizada porque grande parte dos colaboradores preferia utilizar as ferramentas do Office, além da preocupação de estar em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), algo exigido pelos clientes.

“As soluções inteligentes de conformidade e gerenciamento de riscos da Microsoft ajudam a organização a avaliar os riscos, governar e proteger dados confidenciais e responder aos requisitos regulatórios”, explica Rafael Tobara, diretor de tecnologia da Sapore.

Além disso, o regime remoto era uma exceção e virou a regra na Sapore, com exceção dos profissionais de trabalho essencial nos restaurantes.

Na primeira fase de migração, o Microsoft 365 foi implementado no Brasil e, em seguida, o segundo momento cobriu o México e a Colômbia, incluindo a tradução simultânea em espanhol. 

A adoção completa da plataforma foi realizada em pouco mais de um mês sem a ocorrência de problemas.

Segundo a Sapore, foi possível perceber uma melhora principalmente nas reuniões quinzenais, que envolvem cerca de 1,5 mil profissionais conectados com líderes e a diretoria na América Latina.

Antes da migração, a Sapore contratava uma empresa que terceirizava o serviço com uma plataforma proprietária para todos poderem se conectar, com um custo adicional. Com o Microsoft Teams, a comunicação se tornou imediata e diária.

Já para os colaboradores portadores de deficiências, os recursos de acessibilidade nativos da plataforma promoveram uma melhor integração do grupo nas videoconferências semanais.

A empresa também implantou aplicativos de produtividade, como Outlook, Yammer, SharePoint, Power Apps e PowerBI. 

Segundo a SoftwareOne, o fator chave do sucesso em projetos desta natureza está concentrado na adoção das novas plataformas.

“Na Sapore, tivemos uma outra conquista. Conseguimos reduzir o tempo abaixo do prazo estimado inicialmente por conta do comprometimento de todos. Mas o melhor foi o aumento de produtividade considerando o potencial de trabalho em equipe”, conta Bruno Tenes, business development manager da SoftwareOne.

O próximo passo da Sapore deve ser a implantação do projeto que vai integrar o ramal do colaborador com o MS Teams.

Fundada em 1992, a Sapore faturou R$ 1,9 bilhão em 2019 atuando nos mercados corporativo, eventos e escolas. A empresa serve 1,3 milhão de refeições por dia.

No back office, a companhia conta com 380 colaboradores localizados no Brasil, México e Colômbia.

Já a SoftwareOne conta com cerca de 5,3 mil especialistas em tecnologia localizados em quase 90 países, além de mais de 65 mil clientes.

No ano passado, a companhia fez uma bem sucedida abertura na bolsa de valores de Zurique, com a qual a empresa obteve um valor de mercado de € 2,59 bilhões.

No Brasil desde 1985, a SoftwareOne tem escritórios em São Paulo, Belo Horizonte, Recife, Curitiba e Rio de Janeiro, somando 250 funcionários.