Denis Cossia, Mauricio Carrer, Odilon Castriota e Alexandre Hepner, sócios da InstaCasa. Foto: Divulgação.

A InstaCasa, empresa que permite que potenciais compradores visualizem uma variedade de projetos de arquitetura para implantação em cada lote no lançamento do empreendimento, acaba de receber uma primeira rodada de investimentos de R$ 700 mil.

O aporte foi liderado pelo Gávea Angels, grupo de investidores anjos do Brasil, e pela Construtech Angels, que teve sua origem dentro da Softplan/SIENGE, software de gestão utilizado por diversos loteadoras e incorporadoras do Brasil.

Maurício Carrer, Denis Cossia, Alexandre Hepner e Odilon Castriota são os fundadores da InstaCasa. Desde 2017, a startup já ajudou mais de 15 loteadoras na fase de vendas, se estabelecendo como o "decorado" dos loteamentos

Segundo Carrer, CEO da InstaCasa, a ideia é reduzir as incertezas quanto ao que pode ser construído, aumentando a percepção de valor no momento da compra, com um projeto que satisfaça as necessidades do comprador. 

"É possível aplicar filtros na busca pelo projeto ideal como, por exemplo, o número de dormitórios, área construída e até estilo. Já chegamos a desenvolver mais de 500 modelos diferentes para um único empreendimento. A ideia é que, independente da necessidade do comprador, ele ache o projeto ideal em nossa plataforma", detalha.

A empresa utiliza tecnologias como realidade aumentada para apresentar as possibilidades de construção.

"Nós conseguimos eliminar a percepção de que um lote é ruim em função de altas declividades, por exemplo, já que existem boas soluções arquitetônicas para qualquer tipo de lote", explica o empreendedor, que também é arquiteto, formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, com pós-graduação em Administração de Empresas pela FGV e MBA em finanças pela FIA-USP.

O investimento da Construtech Angels na startup é o primeiro de sua nova tese de investimento em negócios já validados e entrando em fase de tração. 

"O investimento será empregado principalmente no aprimoramento de nossa tecnologia e na oferta de novos serviços. Queremos facilitar o acesso do comprador ao financiamento de sua obra, onde já temos alguns pilotos em andamento e assessoria nas demais etapas do processo, como na aprovação municipal", explica Carrer.

Até o final de 2019, a InstaCasa estará presente em 35 empreendimentos espalhados por cinco estados do país. A expectativa é dobrar este número até o final de 2020. 

"O setor de loteamentos é bastante tradicional e pulverizado, não existem muitas iniciativas de inovação voltadas a este mercado. Por isso, queremos levar mais tecnologia e dinamizar os processos de venda e ocupação dos empreendimentos", destaca o executivo, que atua há mais de 10 anos no mercado imobiliário.

Após a entrega do lote, a InstaCasa ainda auxilia nas etapas de aprovação e financiamento da obra.