BIOMETRIA

Bradesco: até o fim de 2013, adeus ao cartão

09/10/2012 10:31

Banco migra a passos largos para biometria. Já no fim deste mês, cliente pode sacar usando leitor de mãos, ao invés de cartão.

ATM do Bradesco lê a mão do cliente. Só não prevê o futuro. Foto: Flickr.com/spine

Tamanho da fonte: -A+A

A partir do fim deste mês de outubro, os correntistas do Bradesco poderão fazer saques nos caixas eletrônicos sem precisar de cartão, usando apenas a palma da mão, que será lida por sensores biométricos.

Até o final de 2013, a meta do banco é ter 100% dos clientes atuando somente com este meio, informa Exame.com.

Hoje, 90% da base de 34 mil ATMs do banco em todo o Brasil já possui os sensores para identificação do cliente pelo mapa de veias da mão.

Conforme declarou à Exame o diretor executivo do banco, Cândido Leonelli, o sistema já vinha sendo usado há alguns anos como substituto do cartão de senhas numéricas.

A expansão do uso vai beneficiar quase metade dos 26 milhões de correntistas da instituição que já têm o mapa das veias da mão cadastrado.

Para os que ainda não fizeram o cadastro, pode ser feito em qualquer agência do Bradesco.

Nos últimos cinco anos, o banco investiu em torno de R$ 40 milhões em sistemas de biometria, e a meta, segundo Leonelli, é chegar a 3,8 milhões de consultas e saques em seus caixas eletrônicos por dia via este sistema.

Conforme o diretor, um saque com biometria leva 25 segundos para ser feito, 70% mais rápido do que no modelo convencional.

Também há ganhos em segurança: atualmente, mais de 92% das operações de clientes do banco ocorrem em sistemas digitais de autoatendimento, como a internet e ATMs.

Dados da Febraban indicam que, só em 2011, as perdas com fraudes eletrônicas nos bancos brasileiros subiram 60%, totalizando um prejuízo de R$ 1,5 bilhão às instituições.

A biometria reduz os riscos de fraudes em caixas eletrônicos, já que é impossível clonar o mapa de veias, como ocorre com o cartão.

Leonelli afirma que, no Bradesco, a biometria já reduziu as fraudes em caixas eletrônicos em 45%.

Veja também

INOVAÇÃO
Bradesco abre agência do futuro em SP

Banco lança espaço ambicioso onde a tecnologia se adapta às necessidades do cliente, de forma interativa.

CONTACTLESS
Cartão do Bradesco paga por aproximação

Clientes Bradesco Prime já podem usar cartões que não necessitam tocar a maquininha.

Bradesco: conta corrente no Facebook

O Bradesco lançou o aplicativo FBanking Bradesco, a partir do qual os clientes podem acessar informações da conta bancária via Facebook.

Anonymous ataca site do Bradesco

Nesta terça-feira, 31, os hackers brasileiros ligados ao grupo ciberativista Anonymous tiraram do ar o site do Bradesco, dando continuidade à ação #OpWeeksPayment.

Conforme publicação do Terra, o anúncio foi feito pelo perfil do Twitter @AnonBRNews por volta das 10h.

O ataque ao Bradesco – segundo maior banco brasileiro em patrimônio líquido, conforme ranking de 2011 dos 50 maiores sistemas financeiros do país –, é o segundo anunciado pelo grupo.

Bradesco lança Net Empresa no celular

O Bradesco disponibilizou o aplicativo Bradesco Net Empresa celular destinado a pessoas jurídicas.

Rodando em iPhones e aparelhos com as plataformas Android, BlackBerry e Windows Phone, o app permite aos clientes fazer consultas e autorizações remotas de diferentes operações financeiras

Oracle: multi-channel dá mobilidade a bancos

A Oracle lança a linha Oracle Flexcube, focada em serviços bancários multicanais.

As soluções multi-canal da série contam com as novas versões do Flexcube Direct Banking e do Flexcube Private Banking, que permitem aos bancos serviços via canais diretos diversos, inclusive dispositivos móveis.

SAP e Assa: aliança mira bancos da AL

O Grupo ASSA firmou uma aliança com a SAP para oferta de serviços focados no setor financeiro da América Latina.

O portfólio de soluções SAP para bancos inclui ferramentas para controle de processos centrais, integração de operações entre canais, interconexão entre frontoffice e backoffice, processamento de transações, administração de relações personalizadas com clientes, entre outras.

Trojans brasileiros atacam bancos portugueses

A Kaspersky Lab registou um aumento dos ataques de trojans brasileiros em bancos portugueses.

Segundo a companhia, os bancos portugueses precisam se preocupar com os constantes golpes, que visam roubar as credenciais de acesso dos usuários dos serviços de internet banking no país.  

Uma pesquisa divulgada recentemente informa que cerca de 30% dos portugueses acessam sua conta bancária via internet - aproximadamente 2,2 milhões de usuários.

Bancos podem enviar dados do IR por e-mail

Os bancos nacionais poderão informar os rendimentos de aplicações financeiras dos clientes, para fins de Imposto de Renda, por e-mail, caixa postal ou internet banking.

A medida consta na Instrução Normativa 1.235, da Receita Federal do Brasil, publicada no Diário Oficial da União, nesta quinta-feira, 12.

Bancos ainda são tímidos nas redes sociais

Apesar da crescente força do internet banking, os bancos ainda têm uma atuação tímida nas redes sociais.

Segundo levantamento da empresa MITI Inteligência em mídias sociais, os cinco bancos brasileiros com a maior presença em mídias sociais geraram apenas 50 mil interações entre 15 e 27 de junho.

Foram pesquisados o Santander, Bradesco, Banco do Brasil, Itaú e Caixa Econômica Federal.

Bancos arriscam dados no desenvolvimento

Os bancos estão arriscando dados financeiros no desenvolvimento de seus softwares.

Um estudo da  Informatica Corporation com 430 profissionais da área apontou que 84% das empresas usam informações reais de seus clientes durante o desenvolvimento e teste de software, 70% utilizam dados de consumidores e 51% usam informações de crédito, débito e outros dados de pagamentos.

Dos pesquisados, 45% não protegem as informações reais usadas em desenvolvimento e teste.

CAIXA ELETRÔNICO
Lumidigm: biometria em 3,5 mil ATMs da CEF

Esqueceu a senha? Sensores facilitam acesso a contas nos terminais por reconhecimento de impressão digital.

TSE expande biometria para mais cinco regiões

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estendeu o uso da biometria para recadastramento de eleitores.

O projeto, que inicialmente atendeu a 60 municípios das regiões Sudeste, Sul e Nordeste, agora será expandido para mais 20 cidades, o que deve somar em torno de 800 mil eleitores à iniciativa.

Accenture: biometria na nuvem para governos

A Accenture lança a Accenture’s Large Scale Matching, solução de identificação biométrica focada em clientes do setor público.

A ferramenta permite a identificação de pessoas com eliminação de dados duplicados e/ou redundantes, identidade biográfica e dados biométricos. Além disso, é escalonável e disponíviel em uma plataforma na nuvem.