O primeiro vídeo do IOT Brasil trata da “Fazenda do Futuro”. Foto: Reprodução/IOT Brasil.

O Instituto de Mídias Digitais do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio), em parceria com a produtora carioca Proview, acaba de lançar o canal IOT Brasil no YouTube.

Focada na área de internet das coisas, a iniciativa tem o objetivo de reunir as mais diversas experiências brasileiras na área, não apenas da PUC-Rio. 

O primeiro vídeo trata da “Fazenda do Futuro”. Nele, o engenheiro agrônomo Danilo Pinto Silva, do Vale das Palmeiras (uma das maiores produtoras de orgânicos do Rio de Janeiro, de propriedade do ator Marcos Palmeira) foi à PUC-Rio conhecer o projeto do Engenheiro de Software Márcio Cunha. 

No laboratório Second Lab, Cunha apresentou o conceito de “Software of Places” (Software dos Lugares). No projeto de Cunha, é apresentada uma mini fábrica de plantas (uma estufa de 2m x 2m), com iluminação de led, onde alfaces crespas crescem fora da terra a partir do controle absoluto dos fatores essenciais para o seu desenvolvimento, como luz, temperatura (entre 22° e 26°), umidade, PH, condutividade e nutrientes, com aquecedores, exaustores e ar condicionado ligados à estufa montada no laboratório.

As sementes foram colocadas em espumas dentro da máquina, que recebe os parâmetros estabelecidos e administra a evolução das plantas, utilizando a tecnologia de machine learning.   

A ideia da criação do canal de IoT no Youtube aconteceu a partir de 2016 quando pesquisadores da PUC-Rio se uniram a outros profissionais e criaram um grupo de trabalho para participar de um edital do BNDES, interessado na colaboração da academia para a criação de políticas públicas de IoT para o Brasil. 

“Esta é uma área em franca expansão, queremos ser pioneiros e fazer do nosso canal IOT Brasil um repositório de experiências globais interessantes”, comenta Álvaro da Veiga, gerente do projeto pela PUC-Rio.