A Dell implementou um projeto baseado em IoT na fábrica de Hortolândia. Foto: Divulgação.

A Dell Technologies implementou um projeto pioneiro no Brasil baseado no uso de internet das coisas (IoT). O objetivo é aperfeiçoar o processo de controle de qualidade na produção de computadores na fábrica da empresa, localizada em Hortolândia. 

A iniciativa, que aumentou em 20% os índices de eficiência da área responsável pela auditoria dos equipamentos, deve ser replicada para outras unidades fabris da empresa ao redor do mundo.

Com o projeto, câmeras de vídeo instaladas na linha de produção fazem a leitura em tempo real da “service tag” (etiqueta de identificação individual dos equipamentos Dell) e encaminham os dados para o gateway de IoT Dell Edge Gateway 5000. 

A tecnologia consulta as especificações técnicas das unidades produzidas no banco de dados da Dell e, por meio de scripts de análise, automaticamente define quais unidades devem ser submetidas aos testes de qualidade. 

Em seguida, o gateway envia um comando para o PLC (Controlador Lógico Programável) das esteiras de transporte para o desvio automático do equipamento para a área de auditoria de qualidade em tempo real, sem atraso na linha, substituindo o processo anterior, que era realizado de forma totalmente manual.

“Esse novo processo, apoiado em internet das coisas, permite que a taxa de amostragem seja dinamicamente reduzida toda vez que a performance de cada modelo estiver acima dos padrões esperados de qualidade, aumentando com isso a produtividade da manufatura”, explica Ricardo Kina, gerente sênior de engenharia da Dell.

A partir dos resultados do projeto, a Dell já está desenvolvendo projetos de IoT em outras áreas do processo produtivo, buscando ganhos de produtividade e redução no tempo de fabricação. Para isso, irá conectar mais sensores e atuadores ao gateway de IoT.

"O Edge Gateway da Dell foi escolhido para esse projeto por ser extremamente robusto, escalável e ideal para ambientes de fábrica. Podemos conectar diversos sensores em um mesmo equipamento para escalar os processos de automação da fábrica, com o suporte da internet das coisas", explica Fernando Nogueira Cesar, gerente de soluções OEM e IoT da Dell na América Latina.

Há pouco mais de 1 ano, a Dell anunciou a criação de uma área de negócios no Brasil específica para atuar em projetos que envolvam IoT. A iniciativa incluiu a extensão no país da equipe mundial dedicada ao segmento, assim como o lançamento do gateway.

A estratégia da Dell para atuar no mercado de IoT envolve a oferta de soluções ponta-a-ponta aos clientes, que incluem hardware, software e serviços. Para isso, a empresa tem parcerias com fornecedores voltadas a complementar seu portfólio. 

O mercado global da Internet das Coisas (IoT) deve crescer de US$ 655,8 bilhões em 2014 para US$ 1,7 trilhão em 2020, segundo projeção da IDC.