A Oi pretende utilizar o RCS como mais um canal de comunicação com seus assinantes. Foto: Pexels.

A Oi é a primeira operadora de telecomunicações no Brasil a adotar uma plataforma de RCS (Rich Communication Services), que consiste na evolução do SMS e do MMS. 

De acordo com o Mobile Time, a empresa selecionou a solução do Google, fornecida por meio de servidores na nuvem. 

Para utilizar a tecnologia, o usuário final precisa ter um smartphone compatível e o aplicativo Mensagens, desenvolvido pelo Google, como o app oficial de gerenciamento de mensagens de texto. Atualmente, cerca de 20% da base de handsets da Oi está habilitada a usar RCS, segundo a publicação.

A operadora pretende utilizar o RCS como mais um canal de comunicação com seus assinantes. O plano é integrar bots ao novo sistema ao longo do primeiro trimestre de 2019.

O roll-out do RCS na Oi está acontecendo aos poucos. No final do ano passado, assinantes da operadora que têm o app Mensagens, do Google, instalado em seus smartphones receberam uma mensagem automática ao abri-lo. 

“Novo recurso! Veja quando os amigos estão digitando. Além disso, converse por Wi-Fi e rede de dados, compartilhe fotos de alta resolução e muito mais com quem fez o upgrade”, detalhou o recado da operadora.

Com a tecnologia RCS, o app de mensagens de texto passa a operar de maneira similar a outros aplicativos de chat online. 

A tecnologia permite ao usuário enviar fotos de alta resolução, gravar áudios, compartilhar contatos, mandar sua localização, trocar GIFs animados, ver quando a outra pessoa está digitando, etc. 

A comunicação passa a trafegar como dados, em vez de contar cada mensagem como um SMS ou MMS. Caso o contato não utilize o app Mensagens ou esteja em uma operadora sem RCS, a comunicação acontece no sistema antigo, ou seja, por meio de SMS e MMS.