Projeto de ERP da Trensurb está estacionado. Foto: flickr.com/photos/marcopecker/

Tamanho da fonte: -A+A

O Trensurb, empresa que opera o transporte por trens na região metropolitana de Porto Alegre, prepara uma licitação para implementar o sistema de gestão Dynamics AX, da Microsoft.

Já foram compradas R$ 193,5 mil em licenças de uso de produtos Microsoft da Bioax, empresa especializada em Dynamics AX do Grupo Meta.

O processo de aquisição das licenças começou em abril de 2012, quando a Bioax venceu um edital registro de preços válido por um ano.

Mas a compra não foi autorizada até fevereiro de 2013, quando o Tribunal de Contas da União emitiu um parecer validando a decisão da Trensurb de limitar as possíveis escolhas ao Dynamics AX,

A opção era contestada pela Totvs, presumivelmente interessada em vender seu próprio sistema de gestão.

O TCU aceitou a argumentação da Trensurb justificando a opção pelo ERP da Microsoft com base na “maior flexibilidade, e banco de dados nativo na plataforma e o fato do software já ser usado na empresa”.

Em e-mail enviado à reportagem do Baguete Diário, a diretoria de Administração e Finanças da Trensurb destaca que a aquisição também foi aconselhada pelo Gartner e lista 13 outros clientes da consultoria na área pública, incluindo o Ministério Público e o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, a Procergs e empresas como Banco do Brasil e Petrobrás.

“Após análise pontual das necessidades da Trensurb frente aos produtos disponíveis no mercado, [o Gartner] apontou o Dynamics AX como a melhor solução para a Trensurb”, afirma o texto, que não foi assinado.

A própria diretoria de Administração e Finanças da Trensurb é parte do motivo pelo atraso na implantação.

Em setembro de 2012, o então diretor de Administração e Finanças, Ney Michelutti, foi substituído pelo ex-vereador de Novo Hamburgo Leonardo Hoff, indicado para o cargo pelo PP.  Michelutti é desde dezembro do ano passado o presidente da ONG Parceiros Voluntários.

De acordo com a resposta enviada ao Baguete pela Trensurb, a troca de comando teria projeto de implementação em análise de dotação orçamentária. No momento, o Gartner está analisando as propostas de técnica e preço de alguns fornecedores, afirma a nota.

Questionado sobre qual será o escopo do projeto de implementação do novo sistema de gestão, a Ternsurb informa que ele será divulgado após a abertura da licitação, visando não prejudicar a disputa e a prestação dos serviços atuais, uma vez que a decisão de substituição dos atuais sistemas não foi comunicada às empresas contratadas.

O Dynamics AX, resultado da compra de uma empresa dinamarquesa pela Microsoft em 2002, ainda tem uma base instalada pequena no Brasil.
 
No Rio Grande do Sul, o projeto mais conhecido é o da Lojas Colombo, que deu início à implantação com consultoria da paulista MSBS Tridea - que acabou saindo do mercado - em outubro de 2010.

A Trensurb é uma sociedade de economia mista, vinculada ao Ministério das Cidades, cujo principal acionista é a União, com 99,21% das ações. O estado do Rio Grande do Sul e Porto Alegre detém o capital restante.

Com 1,1 mil empregados, a empresa opera uma linha de trens urbanos com extensão de 39 quilômetros, no eixo norte da Região Metropolitana de Porto Alegre, com 19 estações e uma frota de 25 trens, atendendo a seis municípios: Porto Alegre, Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo e Novo Hamburgo.