JOGADA

Senior entra na onda fintech

10/06/2020 12:59

Wiipo terá soluções financeiras para pessoas físicas e jurídicas baseada na folha.

Fernanda Ferraz, head da Wiipo.

Tamanho da fonte: -A+A

A Senior quer aproveitar a sua posição como líder no segmento de software de folha de pagamento no país para alavancar os negócios de uma nova fintech.

Batizada de Wiipo, a nova empresa vai começar oferecendo produtos de antecipação de recebíveis de títulos para as empresas e crédito consignado para pessoa física.

Produtos de gestão de boletos e antecipação de cartão em fase de piloto com alguns clientes em desenvolvimento.

Além dos próprios produtos, a ideia é conectar diversos players da área de serviços financeiros, como fintechs e bancos, servindo como uma espécie de marketplace para o cliente.

A Wiipo também está preparada para o PIX, o serviço de pagamentos instantâneos que garante realização de transferências e pagamentos instantâneos atualmente sendo desenvolvida pelo Banco Central. 

“O cliente nos disponibilizará seus dados, sendo sempre o dono final dessas informações, e vamos conseguir acessá-los de forma automática para, não só sugerir os melhores produtos customizados ao momento daquele cliente, mas também acelerar e facilitar o dia a dia das empresas, encurtando processos que hoje são dolorosos”, explica Fernanda Ferraz, head da Wiipo.

Ferraz foi contratada pela Senior em fevereiro, vinda da Acesso, uma companhia de pagamentos onde a executiva era responsável pela área de Banking as a Service. 

A profissional também foi diretora executiva da SSbenefícios, uma empresa do Grupo Sílvio Santos com 4 milhões de clientes.

A Senior tem uma base significativa de potenciais clientes: a empresa tem 12 mil clientes de gestão de folha, somando 6 milhões de funcionários. Pelas contas da Senior, isso significa 20% das folhas de pagamento do país.

“Ao lançar a Wiipo damos um passo à frente, integrando as demandas financeiras das empresas e das pessoas com os sistemas de gestão, algo que otimiza processos e reduz o esforço operacional das organizações”, destaca o CEO da Senior, Carlênio Castelo Branco.

Sediada em Blumenau, a Senior fechou o ano passado com uma receita de R$ 431 milhões, uma alta de 29% frente aos resultados de 2018.

Sistemas de gestão ou ERPs são o carro chefe da Senior, responsáveis por 34% do faturamento, com alta de 75% no último ano.

A empresa vem fazendo uma movimentação para se diversificar, com investimentos na área de tecnologia para logística e HRtech.

Diversificação e compras devem levar a Senior a bater a sua meta de médio prazo, que é atingir um faturamento de R$ 1 bilhão até 2023.

De uns tempos para cá, os grandes players do mercado de software de gestão do país parecem ter acordado para a possibilidade de ampliar receitas convertendo o fluxo de informação nos seus sistemas em matéria prima para fintechs.

 O caso mais notório é o da Totvs, comprou no ano passado a Supplier, uma empresa especializada em intermediação de operações de crédito entre clientes e fornecedores, por R$ 455,2 milhões.

Foi a primeira aquisição de uma fintech por parte da Totvs e a terceira maior em toda a história da empresa, atrás apenas das compras da Datasul e Bematech.

A compra serviu para reforçar um movimento prévio em tecnologia financeira, com a criação no final de março da fintech Totvs, que tem parceria com a Rede, a credenciadora de cartões do Itaú, e oferece meios de pagamento e antecipação de recebíveis a seus clientes do varejo.

Já a Linx criou em 2018 o Linx Pay Hub, a fintech que é considerada por analistas a galinha dos ovos de ouro da empresa.

De acordo com  o Brazil Journal, a Linx vinha fazendo a seguinte conta para os investidores: se converter metade dos R$ 250 bilhões que passam pelos seus sistemas de gestão em pagamentos processados pela Linx Pay, seu faturamento pode triplicar nos próximos anos. 

Cobrando 1,3% por transação, o novo empreendimento se traduziria em uma receita anual de R$ 1,6 bilhão – mais de duas vezes o faturamento atual.

Veja também

FINTECH
Click Cash recebe aporte de R$ 2,5 milhões

Este já é o segundo valor captado pelo aplicativo lançado em março deste ano.

FINTECH
Meu Tudo capta R$ 12 milhões

Marketplace de crédito consignado recebeu investimento da Domo Invest e dos próprios sócios.

ATM
Renner: pagamento da fatura no Saque e Pague

Necessidade de usar caixas eletrônicos surgiu com as lojas fechadas por conta da pandemia.

APORTE
Santander InnoVentures investe na a55

Fintech brasileira de empréstimos para PMEs recebeu US$ 5 milhões de diversos investidores.

FINTECHS
PayPal terá solução de crédito com Captalys

Ideia é oferecer opções totalmente on-line para MEIs e PMEs brasileiras.

CERTIFICAÇÃO
Juno recebe PCI DSS

Durante um ano, antiga BoletoBancário.com investiu em treinamentos e na implantação de controles.

FINTECH
PicPay entra no mercado de crédito pessoal

Plataforma vai oferecer empréstimos para pessoa física, além de cartões de débito e crédito.

TRABALHO
Nubank libera home office até o final do ano

Depois de Facebook, Twitter e Salesforce, a moda está pegando no Brasil.

MOBILE
Banco Inter lança operadora de telefonia

Intercel venderá planos de voz e dados no SuperApp, marketplace da instituição.

MOVIMENTO
Pereira, ex-C6, é o novo CDO da Zup

CDO foca em dados. Zup é uma empresa quente, comprada pelo Itaú no ano passado.

CONTRATAÇÃO
Quod anuncia novo CEO

Cassius Schymura, ex-Santander e Trademaster, atua há mais de 25 anos na indústria bancária.

FINTECH
Oi e Conta Zap criam carteira digital

Solução, que funciona via WhatsApp, está sendo utilizada em ação social relacionada à pandemia.

SEGURANÇA
Nubank traz executivo top para cargo de CISO

David Currie vem da Bolsa de Valores de Hong Kong, uma das maiores do mundo.

OSCILAÇÃO
Nubank falha em pagamento de boletos

Após serem confirmadas, transações atrasaram por erro na comunicação com servidores nacionais.

PAY
Google pode ter cartão de débito próprio

Meio de pagamento deverá ser vinculado ao banco em que o usuário já possuir conta.

SEGURANÇA
Piemonte compra Vertentis

Fintech especializada em trading robotizado vira player de segurança da holding.

UNIÃO
TIM e C6 terão oferta conjunta

Fintech e operadora fazem um acordo inédito no mercado brasileiro.

SUPORTE
Nubank destina R$ 20 milhões para quarentena

Banco realocou verba de marketing para oferecer vouchers em serviços de saúde e delivery.