RIVAL DO SMART CITIES?

SAP: iniciativa foca cidades

10/07/2012 11:40

Iniciativa parece mirar o Brasil, às véspera de uma chuva de investimento de cidades em projetos relacionados a Copa do Mundo 2014 e às Olimpíadas de 2016 – foco de grande parte da divulgação da IBM.

SAP está de olho no mercado de cidades. Foto: flickr.com/photos/foreverdigital

Tamanho da fonte: -A+A

A SAP anunciou a criação de um novo programa global focado em centros urbanos. Batizado de SAP Urban Matters, a iniciativa que prevê a criação de centros da SAP em locais estratégicos não revelados, incluindo o Brasil.

A novidade da SAP lembra bastante a iniciativa Smart Cities, que a IBM vem promovendo com insistência nos últimos anos.

De acordo com a SAP, o foco é “auxiliar clientes e parceiros a abordar as questões associadas com o ritmo acelerado de urbanização, por meio da geração de economias mais inteligentes, crescimento sustentável e população conectada”.

O SAP Urban Matters prevê parcerias com universidades, centros de pesquisa, fundações e empresas parcerias para o lançamento de protótipos de soluções a serem validados com órgãos parceiros.

A iniciativa parece especialmente pertinente no Brasil, às véspera de uma chuva de investimento de cidades em projetos relacionados a Copa do Mundo 2014 e às Olimpíadas de 2016 – foco de grande parte da divulgação da IBM relacionada à cidades inteligentes.

Aumenta a importância o fato de que, ao contrário da Big Blue, a SAP tem uma penetração inexpressiva no setor público brasileiro.

A multinacional alemã tem se esforçado por alterar o quadro. Em agosto de 2010, formou um grupo específico de oito canais para receber treinamentos e consultorias sobre a melhor maneira de melhorar os resultados da companhia na administração pública municipal, estadual e federal.

Formam parte do grupo Stefanini, SQL Tech, 5X, First Decision, NetMind, CPM Braxis, Sonda e Softtek.
O governo nos seus diferentes níveis responde por cerca da metade do gasto de TI no país, que em 2010 ficou em torno de R$ 100 bilhões segundo o Gartner.

Veja também

1º DA AL
Siemens abre centro de Smart Grid no PR

A Siemens vai instalar em Curitiba seu primeiro centro de pesquisa e desenvolvimento voltado às soluções Smart Grid na América Latina.

O empreendimento, anunciado oficialmente nesta quinta-feira, 19, vai ocupar dois prédios do Parque Tecnológico da PUC-PR e é parte do pacote de US$ 600 milhões em investimentos anunciados pela companhia para expansão da capacidade produtiva no país.

TIM testa cidade inteligente no Rio

O bairro da Lapa, no Rio, está sendo usado pela operadora TIM para o projeto-piloto Smart Town.

Já testado em cidades da Itália, o Smart Town é um conjunto de soluções interligadas da Telecom Italia que funciona por meio de um chip gerenciável acoplado a um poste da rede elétrica.

A partir deste elemento, são transmitidas, via rede elétrica, imagens e dados da área monitorada e, dependendo da ocorrência, poderá ser acionado um alarme.

Endesa: Búzios inteligente em uso de energia

Búzios será uma “cidade inteligente”, do ponto de vista tecnológico e sustentável.

O projeto é da Endesa, que acaba de assinar convênio com a prefeitura da cidade e com o governo do Rio de Janeiro para dar início aos investimentos.

Conforme divulgado pela Endesa, a iniciativa é pioneira não só no Brasil, mas em toda a América Latina.

Curitiba no top 10 das bicicletas

Curitiba é uma das dez melhores cidades do mundo para quem quer andar de bicicleta. É o que aponta um levantamento do site Askmen divulgado pela Exame.com nesta quarta-feira, 22, dia mundial sem carro.

SAP: ofensiva na área de governo

A SAP Brasil está colhendo os frutos de uma estratégia de ofensiva sobre o mercado de TI governamental desenhado em agosto do ano passado.