As vendas de PCs caíram 11,8% globalmente no segundo trimestre de 2015. Foto: Sergey Nivens/Shutterstock.

As vendas de PCs caíram 11,8% globalmente no segundo trimestre de 2015 em comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo a IDC, parte da causa é a redução de estoque dos fabricantes em reparação para os novos aparelhos rodando o Windows 10.

Os novos equipamentos com Windows 10 devem começar a chegar no terceiro trimestre do ano. 

No total, os fabricantes enviaram um total de 66,1 milhões de unidades mundialmente no segundo trimestre, incluindo desktops e laptops. 

A IDC ainda afirma a queda também aconteceu porque as vendas de PCs no mesmo período de 2014 foram impulsionadas pelas pessoas comprando novos computadores para fazerem o upgrade do Windows XP, que a Microsoft parou de suportar em abril daquele ano.

Os consumidores fora dos EUA também foram afetados pelas mudanças nas taxas de câmbio pelo mundo, uma vez que algumas moedas se enfraqueceram em relação ao dólar, o que também prejudicou a comercizalização..

No entanto, a queda não causou muita preocupação para o VP global de PCs da IDC, Loren Loverde. Segundo ele, o declínio nas vendas “está dentro das expectativas” e o mercado de PCs vai estabilizar nos próximos anos.

Os analistas também não esperam que o Windows 10 possa “salvar”  as vendas de PCs ainda em 2015, pois a Microsoft vai permitir o upgrade gratuito para todos os usuários que tiverem uma máquina rodando o Windows 7 ou 8.1.