EDUCAÇÃO CONECTADA

Positivo: 32 mil tablets para governo do PR

10/10/2012 16:46

Contrato beneficia 27 mil professores de ensino médio com tablets da segunda geração da linha Positivo Ypy, com Android 4.0 e recursos WiFi.

Governador Beto Richa assina contrato com a Positivo. Foto: ANPR

Tamanho da fonte: -A+A

A Positivo firmou contrato, vencido por licitação, com o governo do Paraná para fornecer 32 mil tablets da segunda geração Ypy da fabricante, com sistema operacional Android 4.0 e recursos de conexão WiFi.

Os aparelhos serão entregues aos 27 mil professores de ensino médio da rede pública do estado, sendo que cinco mil smartphones serão mantidos em estoque de reserva.

Os tablets têm telas de 7 e 10 polegadas, peso abaixo de 700 gramas, tela multitoque, câmera e microfone para trabalho multimídia, saída de vídeo, conteúdos pré-instalados, entre outras características.

O governo pagará R$ 276 pelo tablet de 7 polegadas e R$ 462 pelo de 10 polegadas.

De acordo com o governador Beto Richa, o projeto visa a entregar aos professores um equipamento que lhes permita preparar as aulas, acessar a internet e consultar conteúdos como revistas pedagógicas e 60 livros que já virão pré-instalados.

Os dispositivos serão comprados com recursos do Programa Nacional de Tecnologia Educacional (Proinfo), que prevê investimento de R$ 150 milhões para a distribuição de 900 mil tablets em todos os estados brasileiros, sendo cerca de R$ 9,5 milhões no Paraná.

A previsão é que os aparelhos sejam distribuídos até o início de janeiro.

As escolas estaduais também receberão 3,3 mil projetores multimídia para apoiar o trabalho dos professores.

“O programa está de acordo com o nosso compromisso de investir na qualidade do ensino no Paraná, assim como o reajuste dos salários dos professores, que nos últimos dois anos totaliza 34,85%”, afirma Richa.

O diretor geral da secretaria da Educação do Paraná, Jorge Eduardo Wekerlin, acrescenta que o governo estadual já apresentou à União um pedido para que sejam comprados tablets também para todos os alunos e professores do ensino fundamental.

Segundo ele, com o equipamento será possível, por exemplo, o professor registrar a presença dos alunos diretamente no sistema.

“É uma ferramenta completa que melhora a interação entre os professores e alunos”, finaliza ele.

Veja também

NOVOS PRODUTOS
Positivo no mercado de smartphones

Empresa quer aproveitar o crescimento do mercado e a isenção de impostos na fabricação dos aparelhos celulares.

MIT
ROI da educação não justifica investimento

Especialista avalia que investimentos em educação na região trazem retorno tão baixo que não animam empresas a gastarem com mão de obra.
 

XENDESKTOP
Bom Jesus: educação virtualizada com LCS

Grupo educacionalvai gerenciar mais de 5,5 mil estações com o sistema.

NA ESCOLA
MS: Office 365 de graça para educação

Pacote baseado na nuvem inclui as versões online das soluções Office, Exchange, SharePoint e Lync, além de edição e compartilhamento via Web de documentos em Word, Excel e PowerPoint.

LEÃO TRISTE
IR: deduções sem limite para educação?

O Plenário do Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região (São Paulo e Mato Grosso do Sul) declarou ontem inconstitucional o limite estabelecido para dedução de gastos com educação no Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).