Bradesco vai para o Windows 7. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Scopus, empresa de tecnologia controlada pelo Bradesco, realizou a atualização do sistema operacional de 73 mil estações de trabalho, em cerca de 6 mil agências e postos de atendimento bancário (PABs) do Bradesco em território nacional.

No projeto, a empresa substituiu o Windows XP, sistema da Microsoft cujo suporte está sendo descontinuado, pelo Windows 7. O projeto, que durou cinco meses, envolveu 380 colaboradores dos 158 pontos de atendimento da Scopus, que cobrem todo o país.

Segundo explica Antonio José Fumes Macedo, superintendente executivo da Scopus Tecnologia, para realizar a mudança, foi preciso atualizar o hardware e reconfigurar as máquinas.

"Isso exigiu uma logística integrada que só uma empresa com a capilaridade e a abrangência da Scopus, que hoje atende em média 110 mil chamados e movimenta cerca de um milhão de peças por mês, consegue oferecer.”

De acordo com o superintendente, a atualização trouxe benefícios para o banco e seus clientes, como ganhos no desempenho dos aplicativos e a maior velocidade das transações

"Além disso, o novo sistema operacional oferece recursos adicionais de segurança, sendo menos vulnerável a ameaças de vírus e malwares", acrescenta Macedo.

Fundada há 38 anos, a Scopus Tecnologia nasceu do setor de TI do Bradesco e desde 1991 abriu sua operação como fornecedora de soluções no mercado, com seu foco em duas unidades: serviços e soluções.