Programa incentiva a pesquisa no estado. Foto: flickr.com/photos/amycantakepictures.

A Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (AGDI) realiza nesta semana duas edições do Seminário Tecnova/RS. Na quarta-feira, dia 11, o tema será Equipamentos para Indústria de Petróleo e Gás e no dia seguinte, 12, o foco será no setor de Saúde Avançada e Medicamentos. 

O seminário visa estimular a cooperação entre empresas do setor e da cadeia de suprimentos e os pesquisadores, a fim de qualificar e aumentar o número de projetos em editais nacionais e estaduais. 

Com uma previsão de investimento de R$ 25 milhões em micro e pequenas empresas dos setores estratégicos da Política Industrial gaúcha, o Tecnova/RS será abordado no evento. 

Ambas as atividades ocorrem das 13h30 às 17h30, no auditório Francisco Juruena da Escola Superior de Gestão e Controle do TCE (rua Sete de Setembro, 388), em Porto Alegre. 

Participam da mesa o vice-presidente da AGDI, Aloísio Nóbrega, e um representante da Fapergs. A diretora de Pesquisa da Furg, Ana Baisch, participa na edição de quarta, juntamente com um representante da TMSA Tecnologia em Movimentação.

O diretor da empresa de implantáveis médicos Medicone, Rodrigo Perillo, e o  CEO da Toth Tecnologia, Eduardo Marckmann, estarão presentes na quinta-feira. 

Serão realizadas, também, feiras de projetos, em que os participantes do seminário podem apresentar suas linhas de pesquisa e produção, assim como suas demandas para identificar oportunidades de cooperação com outras empresas presentes.

Inscrições podem ser feitas pelo e-mail rodrigo.prates@agdi.rs.gov.br.

 

TECNOVA/RS

O Tecnova é um programa operado por 21 fundações de apoio à pesquisa em todo o Brasil, incluindo a Fapergs no Rio Grande do Sul, a Fapesc em Santa Catarina e a Fundação Araucária no Paraná. O FINEP é responsável por R$ 15 milhões dos recursos. Também investem a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs) e a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE).

Será permitida a contratação de até 75 pesquisas nas cadeias de tecnologia da informação; comunicação; petróleo e gás; energias alternativas; saúde avançada e medicamentos; calçados e artefatos; indústria moveleira; e nos setores metalmecânico-automotivo e agroindustrial. Os recursos variam entre R$ 200 mil e R$ 667 mil por projeto.

As inscrições para o edital podem ser feitas até o dia 6 de janeiro. A receita bruta dos participantes deve ser inferior ou igual a R$ 360 mil, para as microempresas, e R$ 3,6 milhões, para as empresas de pequeno porte. A lista final de aprovados será divulgada em 30 de maio. O edital e outras informações estão disponíveis nos sites www.tecnova.rs.gov.br e www.fapergs.rs.gov.br.