Uma das lojas help! do BMG. Foto: divulgação.

O Banco BMG adotou a solução da DataRobot, startup americana criadora de uma plataforma que explora dados e automatiza a criação de modelos de machine learning, para ampliar a automação em áreas de crédito, risco, CRM e marketing.

Ao adotar a plataforma, o banco conseguiu acessar uma série de insights para a tomada de decisão e, assim, as equipes podem extrair informações para ajudar na experiência do cliente e na geração de novos negócios.

Esse processo pode envolver desde cientistas de dados, analistas de negócios e profissionais de TI responsáveis pela governança e conformidade até as principais lideranças da empresa.

Segundo a DataRobot, a automatização e inteligência dos processos trouxe resultados em pouco tempo para o BMG, com ganhos de até 50% em termos de precisão de modelos.

Agora o banco quer democratizar o uso de inteligência artificial para toda a companhia, além de utilizá-la para enviar aos clientes ofertas adequadas de acordo com os diferentes perfis.

“Nossa meta é automatizar e democratizar a criação de modelos preditivos, utilizando a competição como diferencial para entregar o melhor modelo com base nos dados que o Banco BMG disponibilizar, naquele momento, utilizando nossa tecnologia e expertise em ciência de dados reconhecidas no mundo inteiro”, conta Rodrigo Bertin, diretor de IA da DataRobot para a América Latina.

A expectativa é que a plataforma de IA se estenda a outras áreas do BMG ao longo do próximo ano. Atualmente, a solução já é utilizada por 9 dos 10 maiores bancos americanos.

“Com essa nova parceria, o BMG quer melhorar sua produtividade e otimizar a tomada de decisões, aperfeiçoando cada vez mais as entregas aos clientes por meio da utilização de dados. Saber trabalhar com essas informações gera diferencial competitivo no mercado”, afirma Flavio Guimarães Neto, diretor do BMG. 

Fundado em 1930, o Banco BMG é conhecido pela oferta de crédito consignado e pelo patrocínio a times de futebol. Com mais de 4,8 milhões de clientes ativos, a empresa oferece uma conta digital e conta com mais de 833 lojas help! Loja de Crédito, além de mais de 2 mil correspondentes bancários em todo território nacional.

A DataRobot foi fundada em Boston em 2012 pelo brasileiro Tom de Godoy e pelo americano Jeremy Achin. Desde então, incorporou mais de 1,4 milhão de horas de inovação em engenharia neste produto e mais de mil modelos de machine learning, incluindo abordagens de deep learning. 

A empresa já levantou US$ 700 milhões junto a fundos de investimento e tem entre seus clientes a Monsanto e a Smiles, da Gol. Sua operação no Brasil foi montada em julho de 2018, sob o comando de Marcos Hayashi, um executivo com passagens por CSC Brasil, Sixbell e Altitude Software.