Brasil é o maior produtor mundial de cana de açúcar. Foto: PMGCA-UFSCar/Divulgação

A UISA é uma das maiores produtoras de etanol e açúcar do Brasil, fez um upgrade do seu sistema de gestão da SAP e migrou para o G Suite do Google, em dois projetos paralelos feitos com consultoria da Atos.

No caso do sistema de gestão, foi feita uma migração do SAP ECC para o S/4 Hana, ERP rodando em banco de memória da SAP.

Para aumentar os benefícios do novo sistema, a Atos vai desenvolver e implementar um data lake, solução de armazenamento, exploração e inteligência de dados, com a intenção de processar  dados oriundos do supply chain, recursos humanos, industrial, entre outras. 

Em paralelo, a UISA adotou ainda o G Suite para organizar toda a comunicação interna e externa, dos e-mails até as reuniões.

“Além de procurar aumentar o ganho de eficiência e agilidade, por meio da jornada de inovação, queremos mudar a maneira de fazer e de pensar tecnologia para o agronegócio”, diz Rodrigo Ribeiro Gonçalves, gerente executivo de Tecnologia, Automação e Inovação da UISA.

Os investimentos em tecnologia acontecem em um contexto de reestruturação da Usinas Itamarati, que passou para o controle de investidores em 2019, quando trocou de nome para UISA.

Localizada em Nova Olímpia, a cerca de 200 quilômetros de Cuiabá, a UISA é dona de uma área de 90 mil hectares, dos quais 34,2 mil estão ocupados com plantações de cana.

Na maioria dos casos, projetos como os que a UISA está fazendo são entregues por empresas diferentes, especializadas em software da SAP ou parceiras do Google para G Suite. Gonçalves tem uma menção de elogio para a Atos:

“Estávamos buscando um parceiro de transformação digital que tivesse a estrutura e a capacidade técnica para nos atender no maior número de frentes possível. Algo que encontramos na Atos”, afirma o executivo.

Extensão do portfólio de soluções é sem dúvida um ponto forte da Atos, uma gigante de TI com 110 mil funcionários espalhados pelo mundo, presente no Brasil há 30 anos com operações em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Londrina.