IA

Emprel contrata Sophie da Stefanini

11/01/2017 16:53

Em dois meses, a Stefanini espera que Sophie atenda até 20% do total de chamadas da Emprel.

Sophie e Alexandre Winetzki, durante o Ciab.

Tamanho da fonte: -A+A

A Emprel, empresa municipal de processamento de dados da prefeitura de Recife, está implementando a plataforma de inteligência artificial Sophie da Stefanini nas suas operações de service desk.

Em dois meses, a Stefanini espera que Sophie passe a atender até 20% do total de chamadas da Emprel, que hoje atende em torno de 2,2 mil chamados mensais.

“Agora estamos na fase de ‘ensinar’ a Sophie nossos scripts de atendimento e as particularidades dos serviços do nosso catálogo”, comenta  Alexandre Herculano, diretor de relacionamento e atendimento ao cliente da Emprel.

A implantação da solução de IA é um desdobramento do contrato de suporte vencido pela Stefanini em 2014. Ao todo, são atendidas 5 mil máquinas da prefeitura

Batizada de Sophie, dentro da moda de nomes femininos para assistentes virtuais, o produto da Stefanini funciona como uma interface por trás da qual roda a solução de atendimento da companhia. 

O produto é resultado da aquisição em 2012 da Woopi, empresa de Sorocaba especializada em aplicativos de internet, portais e softwares para o mercado digital.

“A ideia não é aplicar inteligência artificial para produzir um FAQ sofisticado. Existe uma visão de fechamento de tickets e processo de atendimento por trás”, afirma Alexandre Winetzki, presidente da Woopi.

Uma parte importante dessa visão vem das ferramentas de gerenciamento de serviços da CA e dos processos ITIL por baixo delas para a administração de incidentes e mudanças, presentes desde a primeira versão. 

A Stefanini fechou o ano passado com um faturamento de R$ 2,6 bilhões, um número estável em relação ao ano anterior. 

Veja também

ATENDIMENTO
Sophie é a cara da IA da Stefanini

O projeto de inteligência artificial na Stefanini começou em 2012, com a aquisição da Woopi.

CENTRO DE SERVIÇOS
Unisys tem nova diretora de service desk

Perla do Amaral ingressou na Unisys em 2014 para conduzir as operações de suporte no Brasil.

GESTÃO
Trace tem versão para pequenas

O custo é competitivo, ficando em R$ 50 por usuário.