Robinson Klein. Foto: divulgação.

A Cigam, de Novo Hamburgo, adquiriu a SIGE Cloud, plataforma de gestão para pequenas e micro empresas desenvolvida pela Creative+, startup de Bom Princípio.

De valor não revelado, a compra sinaliza uma aproximação da Rede Cigam com o mercado de PMEs. Segundo matéria da revista Amanhã, a empresa quer aumentar o percentual de clientes PMEs em sua carteira, que atualmente não chega a 5%.

O plano é subir essa fatia para 20% do faturamento da companhia, repercutindo também em um aumento de faturamento. Em 2013, a companhia hamburguense fechou o ano com uma receita de R$ 45 milhões. Para 2014, a meta é bater nos R$ 54,9 milhões, um aumento de 22%.

O SIGE Cloud é um ERP em nuvem, que roda na nuvem da Microsoft, o Azure, e já é usado por cerca de 1 mil clientes, em todo tipo de segmentos, incluindo desde cerâmicas até pequenas lojas, passando por metalúrgicas e agências de propaganda.

Antes de ser adquirido, o SIGE Cloud já era oferecido via Google Marketplace, em quatro planos diferentes, desde uma versão básica por R$ 19,90 ao mês por usuário, com fluxo de caixa e operações não fiscais até uma completa por R$ 119,90 já incluindo vendas, compras, NF-e, CRM, PCP e outros.

A Cigam promete reforçar a oferta, com valores que variam de R$ 39,90 a R$ 389,90 por mês, uma opção mais razoável para micro e pequenos empresários do que seu software tradicional, que custa a partir de R$ 30 mil.

Para Robinson Klein, diretor de Mercado da Rede Cigam e fundador da companhia, outros serviços serão agregados ao SIGE, como opção de alertar o cliente quanto a problemas no estoque, entre outros.

Conforme o executivo, a companhia deve adquirir mais startups durante o ano. Atualmente, a Cigam está em conversas com empresas de São Paulo e Rio Grande do Sul, que desenvolvem soluções para o mercado de varejo. No entanto, não foram dados maiores detalhes.