O investimento deve ser aplicado entre 2020 e o ano seguinte, se concentrando nos rótulos Heineken e Amstel. Foto: Pixabay.

A Heineken vai investir R$ 865 milhões na expansão na capacidade de produção de sua cervejaria em Ponta Grossa, no Paraná.

De acordo com a revista Amanhã, o investimento deve ser aplicado entre 2020 e o ano seguinte, se concentrando nos rótulos Heineken e Amstel.

Segundo a empresa, as duas marcas estão crescendo muito aceleradamente no país e o Brasil atualmente é o maior mercado Heineken no mundo, na frente de Estados Unidos e da Europa. 

A companhia não teria informado a capacidade nominal da fábrica, a terceira maior da Heineken no Brasil, nem detalhado o volume pretendido com a expansão, comentando apenas que após o aporte a capacidade será ampliada em 75%.

Ainda de acordo com a publicação, a ampliação da unidade paranaense será feita gradualmente, com os primeiros resultados esperados já para este ano.

“Estamos antecipando em um ano todos os investimentos de nosso plano estratégico. O Brasil é um mercado-chave para nós, representa um volume muito grande. Basicamente estamos fazendo uma nova cervejaria” afirmou Mauricio Giamellaro, presidente-executivo da Heineken no Brasil, à revista Amanhã.

De acordo com o site Valor Econômico, a Heineken tem cerca de 21% de participação no mercado de cervejas brasileiro, enquanto a Ambev lidera com 59,4%.  O grupo Petrópolis, da marca Itaipava, tem 15,2% de market share.