Os investimentos dos bancos em TI totalizaram R$ 18,6 bilhões no ano passado. Foto: Divulgação.

Os investimentos dos bancos em tecnologia da informação totalizaram R$ 18,6 bilhões no ano passado, de acordo com dados da Federação Brasileira de Bancos (Febraban). O valor representa queda de 2,11% em relação aos R$ 19 bilhões registrados em 2015. 

No entanto, a queda nos investimentos foi menor do que a registrada no ano anterior. O valor aplicado em tecnologia pelos bancos em 2015 teve redução de 9,5% na comparação com 2014.

Do montante investido em 2016, 45% foi destinado a software, 35% a hardware, e 19% a telecom, mesma tendência apontada nos estudos anteriores. 

No Brasil, o setor bancário é responsável por 14% dos investimentos e despesas feitas em tecnologia da informação, mesmo percentual gasto pelo governo. O valor fica um ponto percentual acima da estatística mundial. 

A pesquisa da Febraban avaliou, pela primeira vez, o nível de desenvolvimento e implantação de tecnologias disruptivas feitos pelas instituições financeiras. O estudo aponta que 47% dos bancos investem em analytics, 24% em computação cognitiva, e 65% estudam a implantação do blockchain em suas transações. 

“Os investimentos feitos pelos bancos na adoção de novas tecnologias reafirmam a posição de vanguarda da indústria bancária nacional em relação ao cenário mundial”, destaca Gustavo Fosse, diretor setorial da Federação Brasileira de Bancos.