VOOS

Kazmierczak vai para a Birdie

11/05/2022 04:39

Fundador da Accera e ex-CTO da Neogrid assume diretoria em startup em Palo Alto.

Eduardo Kazmierczak. Foto: Divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A Birdie, uma startup em alta no segmento de martech, acaba de contratar Eduardo Kazmierczak, ex-CTO da multinacional brasileira de soluções para supply chain Neogrid, para o cargo de diretor de Produto e Tecnologia.

Kazmierczak se mudou para Palo Alto, no Vale do Silício, onde fica a sede da empresa. Fundada por brasileiros, a Birdie também tem escritórios em Miami e São Paulo.

O executivo foi um dos fundadores da Accera, uma companhia gaúcha de soluções de gerenciamento de vendas e inventário que foi adquirida pela Neogrid em 2018. Em 2021, Kazmierczak assumiu o posto de CTO da Neogrid.

(A Neogrid anunciou em abril seu novo CTO: Carlos Pereira, ex-CTO da Senior Sistemas).

Kazmierczak também é um dos 2,2 mil integrantes do programa Global Endeavor Entrepreneur, um clube exclusivo que abre portas para investir e oferecer mentoria a startups do ecossistema da organização.

O profissional é pós-graduado em Supply Chain e Logística pela UFRGS e especializado em inovação pela Stanford University. 

“Assumir uma posição de liderança numa startup no berço das maiores empresas de tecnologia do mundo é uma honra e um passo importante na minha carreira”, aponta Kazmierczak.

A Birdie se define como um “cockpit estratégico” para gerentes de produtos. A empresa usa tecnologia de inteligência artificial e programação neurolinguística para colher e analisar opiniões de consumidores sobre produtos.

A informação vem de redes sociais, comentários no e-commerce, fóruns de discussão e sites especializados, além de fontes internas dos clientes, como plataformas de customer service, chatbots e pesquisas de satisfação.

O objetivo é competir com gigantes de pesquisa como Nielsen e a Kantar. Em fevereiro, a Birdie atendia a seis clientes, incluindo nomes como Microsoft, HP e Midea. O foco é o mercado americano.

No começo do ano, a Birdie captou uma rodada semente de US$ 7 milhões, vinda de nomes de peso como Softbank e pela Illuminate Ventures, uma gestora da Califórnia que investe em startups B2B em early stage.

Também participaram os fundos Fusion, Endeavor Catalyst e a Astella, que já havia dado o cheque para o pre-seed há um ano.

O trio de fundadores inclui  Patrícia Osorio, Alexandre Hadade e Rodrigo Pantingas, que já eram sócios da Arizona, uma empresa de produção de conteúdo para grandes anunciantes.

Segundo revelou o Brazil Journal em fevereiro, os três foram atrás “do melhor cara de IA que tivesse no mercado brasileiro,” nas palavras de Osório.

Esse cara é Everton Cherman, a cabeça por trás do software da Birdie e um prodígio que conquistou seu PhD em machine learning e IA pela USP com apenas 24 anos.

Veja também

MUDANÇAS
Neogrid contrata ex-Senior como CTO

Carlos Pereira chega à companhia pouco depois do novo CEO.

M&A
Brivia compra Heads

Agência digital gaúcha solidifica uma oferta completa para comunicação.

RUMOS
Ritter não é mais CEO da W3Haus

Agência digital se integra no mundo Stefanini. Ritter segue como conselheiro.

ESTRATÉGIA
Toda grande empresa quer a sua Tech

 Mas será que sabem mesmo o que desejam?

ARRANJO
Stefanini une compras na área de marketing

Empresas adquiridas agora estão sob o comando de Guilherme Stefanini.

VENDAS
Ramper recebe aporte de R$ 8 milhões

Empresa tem ferramenta de prospecção B2B digital, um segmento em alta no momento.