A Azul venceu a disputa pela privatização da companhia aérea portuguesa TAP. Foto: Divulgação.

O empresário David Neeleman, dono da empresa aérea Azul, venceu a disputa pela privatização da companhia aérea portuguesa TAP. De acordo com o governo português, a oferta pode chegar a € 488 milhões, dependendo do balanço da TAP em 2015.

O dono da Azul, que vai ficar com 61% da TAP, disputava o negócio com o empresário Germán Efromovich, controlador da Avianca.

Além de dono da Azul, o empresário é fundador das norte-americanas JetBlue e Morris Air; e da canadense WestJet. Neeleman tem como sócio no consórcio o empresário português Humberto Pedrosa, ligado ao grupo Barraqueiro. 

Nascido em São Paulo, em 1959, David Neeleman é filho de americanos.

O negócio da TAP ainda depende da aprovação da Comissão Europeia, já que as regras do bloco impedem que companhias aéreas com sede na UE sejam controladas, em mais de 50%, por um proprietário não europeu. 

Hoje a TAP opera voo para 88 destinos em 38 países, com uma frota de 77 aviões. No Brasil, realiza 84 voos semanais.

Em termos de participação no mercado internacional, a Azul é a segunda maior do país, com 15,87% do market share. A TAM lidera, com 69,61%. 

No mercado doméstico, a Gol é líder, com 38,43% de market share. A TAM é a segunda maior no quesito, com 37,02%, seguida pela Azul, com 16,45% de participação