Ronaldo Ferraz. Foto: divulgação

A ThoughtWorks anuncia duas nomeações em continuidade à sua estratégia de gestão compartilhada, apresentada em abril deste ano, quando a companhia trocou o CEO Trevor Mather, que deixou a empresa para ir para o Trader Media Group, por uma liderança dividida entre quatro pessoas.

O time de líderes globais ficou com Guo Xiao como presidente e Chief Executive Officer, Chris Murphy como presidente e Chief Strategy Officer e Sudhir Tiwari e Craig Gorsline, como presidentes e Chief Operating Officers.

Agora, a empresa de desenvolvimento de software baseado em modelos ágeis anuncia a nomeação do brasileiro Ronaldo Ferraz e da americana Patty Carlin como os novos Managing Directors (principais executivos) para o Brasil.

Eles sucedem Amit Kaul, Managing Director da ThoughtWorks Brasil desde 2010, e que agora passa a atuar como diretor regional para o oeste norte-americano, baseado em São Francisco – operação comandada até agora por Patty.

Ferraz vem da própria ThoughtWorks Brasil, onde comandava a área de tecnologia.

A ThoughtWorks iniciou operações no país em 2009, oferecendo serviços por meio de nearshore para clientes nos Estados Unidos.

De lá para cá, já estabeleceu escritórios em Recife, Porto Alegre e, mais recentemente, São Paulo.

“Em três anos de operação local registramos um crescimento expressivo. Entramos no mercado de forma consistente e agora partimos para a segunda fase, que é expansão”, releva Ferraz. “Pretendemos crescer 20% no mercado local, a mesma meta em nível mundial”, completa Patty.

Localmente, segundo ela, os mercados de interesse para a companhia são saúde, educação, mídia, esportes, turismo e varejo.

“O Brasil tem o quarto maior mercado de varejo do mundo”, avalia a executiva.

Com mais de 2,5 mil funcionários, a ThoughtWorks tem escritórios na África do Sul, Alemanha, Austrália, Brasil, Canadá, China, Estados Unidos, Índia, Inglaterra, Singapura e Uganda.