Baguete
InícioNotícias> Ascenty terá 2º data center em Sumaré

Tamanho da fonte:-A+A

INVESTIMENTO

Ascenty terá 2º data center em Sumaré

Júlia Merker
// quarta, 11/07/2018 11:33

A Ascenty, empresa de data center com foco na América Latina, anuncia a construção de um novo centro de dados no município de Sumaré. O empreendimento será o 11º da empresa no Brasil, e o segundo em Sumaré.

Marcos Siqueira, diretor de serviços da Ascenty. Foto: Divulgação.

A primeira fase do projeto conta com um aporte de R$ 300 milhões e deve ser concluída até o início de 2019.

Sumaré é a segunda maior cidade da Região Metropolitana de Campinas, local considerado estratégico para os planos de expansão da Ascenty. 

Ainda neste ano, a empresa anunciará as localidades de outros três centros de dados no Brasil, para finalizar o ano de 2019 com 14 data centers em operação no país.

Marcos Siqueira, diretor de serviços da Ascenty, comenta que o novo investimento tem relação com o crescimento da procura por soluções de cloud híbrida e conectividade. 

"Nos últimos anos temos visto uma procura cada vez maior por ambientes múltiplos de nuvem com interconexão entre si. A Ascenty se diferencia nesse aspecto, pois oferece conexão fim a fim, por meio da rede própria de fibra óptica, que conecta o escritório da empresa, os principais cloud providers e pontos de troca de tráfego, operadoras de telecom e data centers (da Ascenty ou de terceiros)", destaca.

A Ascenty foi fundada em 2010 e tem se concentrado na construção e operação de data centers. Os centros da companhia estão interconectados por redes de fibra ótica proprietária, com mais de 4.500 km de extensão, que cobre três das maiores regiões metropolitanas do país – São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza. 

Em janeiro, a Ascenty aumentou seu financiamento de US$ 190 milhões para US$ 350 milhões, liderado pelos bancos Itaú e ING. 

A empresa iniciou em dezembro a operação de sua primeira unidade no Rio de Janeiro, com capacidade de 15 MVA de energia. A Ascenty tem empreendimentos localizados em cidades como Campinas, Jundiaí, Hortolândia, Sumaré, região metropolitana de Fortaleza e São Paulo.

Júlia Merker