ASSUNTOS ESTRATÉGICOS

Cast tem novo diretor de M&A, P&D e alianças

11/09/2012 17:03

Freitas traz experiência em F&A, alianças e startups para Cast. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Cast contratou Alberto Freitas como seu novo diretor de Assuntos Estratégicos, função na qual o executivo de 47 anos irá comandar as áreas de M&A – Fusões e Aquisições, Inteligência de Mercado, Alianças, Qualidade Corporativa e P&D.

Mineiro de Belo Horizonte, Freitas acumula passagem de mais de dez anos pela Microsiga/Totvs, onde foi diretor estatutário e country manager na Argentina e México, depois de trabalhar quase 11 anos na Terra Informática – Datasul.

Ao todo, o executivo tem mais de 25 anos de experiência em TI, tendo sido CEO e cofundador da Invoiceware, empresa que atua desde 2007 no segmento de soluções de troca de documentos eletrônicos.
Freitas também foi um dos fundadores da Bamcentric e da Mamped.

Administrador de empresas pela Universidade Cândido Mendes (UCAM-RJ), o profissional tem MBA em Finanças pela FGV-SP

“A oportunidade e os desafios da inovação nas áreas de M&A, P&D e alianças foram os motivos para aceitar o convite da Cast”, comenta o diretor.

A Cast tem presença em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Estados Unidos.

A companhia atua em áreas como centros de conhecimento e desenvolvimento de soluções e testes, fábrica de sustentação, conversão de legado, ERP, ECM, BI, CRM, outsourcing, BPM, NF-e, CT-e, CC-e e NFE-S, mobile services, meios de pagamento e soluções de saúde.

A empresa fechou o ano passado com faturamento de R$ 170 milhões, alta de 18% frente aos resultados de 2010.

Com certificações CMMI 3, MPS.BR C e ISO 9001:2008, a companhia atende a clientes como Banco do Brasil, Bradesco Seguros, Petrobras, Proderj e Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, entre outros.

Veja também

COMPRAS GOVERNAMENTAIS
Cast cresce 18% para R$ 170 milhões

Empresa fechou com Bradesco Seguros, CSU CardSystem, Prefeitura de Fortaleza e Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará.

Cast leva R$ 4,4 mi em pregão do Inmetro
A Cast acaba de assinar dois contratos com o Inmetro para prestação de serviços de manutenção de sistemas e apoio à infraestrutura de TI, somando um investimento de R$ 4,43 milhões. 
 
Com vigência de um ano e renováveis por períodos de 12 meses até o limite de 60 meses, os contratos foram vencidos após pregões eletrônicos nos quais a Cast concorreu com outras cerca de 15 empresas.
 
Cast: R$ 10 mi para crescer mais que TI

A Cast, sediada em São Paulo e especializada em soluções de BI, ECM, serviços de TI, outsourcing e BPM, anuncia investimentos perto de R$ 10 milhões na abertura de uma filial em Belo Horizonte e outra no s EUA.

A estratégia faz parte de um plano de expansão mais amplo: a companhia, que tem crescido acima de 130% nos últimos cinco anos, redesenhou sua estrutura em 2010, com vistas a expandir três vezes a taxa prevista para o mercado de TI até 2018.

CARREIRA
Quadrado é o novo diretor do UOL Host

Ex-gerente geral de Infra-Estrutura e Operação do UOL Host, acaba de assumir a direção da empresa no lugar de Vinícius Pessin.

CARREIRA
Oi tem novo diretor na região Sul

Flávio Augusto Gomes assumiu a posição com metas de aumentar as vendas do Oi Smart Cloud.

CARA NOVA
Alcon tem novo diretor de TI

O executivo Carlos Sianavas é o novo diretor de TI da Alcon, divisão de produtos oftalmológicos do grupo Novartis.

Sianavas será responsável pela coordenação de todos os projetos de TI das unidades da farmacêutica no Brasil, Argentina, Chile, Peru e Venezuela.

GANGORRA
Depois de queda, fusões em TI crescem

Ernst & Young Terco, e aponta que foram realizados 3.006 negócios no ano passado, 13% a mais do que os 2.658 de 2010

TI lidera fusões no RS, diz KPMG

A TI liderou as operações de fusão e aquisição no Rio Grande do Sul no ano passado.

Foram 13 operações da área de TI – sendo sete empresas com sede no Rio Grande do Sul e seis entre as companhias com presença no mercado gaúcho, mas sede fora do estado.

No geral, o total de empresas com sede no Estado foi de 26 – queda de 10,3% ante o observado em 2010 (com 29 transações).

Cade: mudanças para facilitar fusões

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) analisa a possibilidade de criar até três novos formulários para prestação de informações por parte de empresas em processos fusão e aquisição.

TI: US$ 56,4 bi em fusões no 3T11, diz E&Y

A crise da Europa e o rebaixamento do rating dos EUA afetou fusões e aquisições em várias áreas, mas não na TI: no setor, estas operações cresceram 8%, sequencialmente, no terceiro trimestre de 2011, movimentando US$ 56,4 bilhões.

A avaliação é da Ernst & Young, no relatório trimestral “Global Technology M&A Update”.