A Nutrisoft lançou uma plataforma online de gestão de pacientes voltada a nutricionistas. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Depois de alcançar 1 milhão de downloads com seu app para usuários finais, o Dieta e Emagrecer, a Nutrisoft lançou uma plataforma online de gestão de pacientes voltada a nutricionistas. 

O sistema usa inteligência artificial para avaliar os hábitos alimentares dos pacientes e oferece relatórios para os profissionais. Além disso, ele possibilita um contato mais próximo entre o nutricionista e o usuário, pois recomendações e avaliações podem ser feitas por meio do sistema.

“Com a solução para nutricionistas, esperamos atingir 5% deste mercado em um ano”, destaca o CEO da Nutrisoft, Gustavo Silva. 

Segundo Silva, o Brasil conta com aproximadamente 130 mil nutricionistas. Sendo assim, a Nutrisoft espera ter cerca de 6,5 mil profissionais na plataforma em 12 meses.

A Nutrisoft tem entre seus sócios o Grupo RMA, especializado em comunicação corporativa, que adquiriu 15% da companhia recentemente. O fundador da RMA é Augusto Pinto, que atuou como executivo em empresas como IBM, Origin, SAP e Siebel. Como presidente, iniciou a operação da SAP no Brasil, atuando na companhia entre 1995 e 1999. 

O novo sistema lançado pela startup conta com um plano gratuito que possibilita aos nutricionistas o cadastro de 10 pacientes. O plano mensal, de R$ 59,50, permite a inserção de 4 mil pacientes.

O plano semestral dá 25% de desconto no preço mensal e permite o cadastro de 7 mil pessoas. Já o plano anual, com redução de 40% no preço da mensalidade, dá direito a 20 mil pacientes na ferramenta.

A ideia é que as duas soluções da Nutrisoft sejam usadas em conjunto: os profissionais utilizam o sistema no desktop e os pacientes baixam o app para inserir informações e receber recados pelo celular.

Segundo a Nutrisoft, por meio de inteligência artificial, o app entende quais os hábitos saudáveis dos usuários e replica para os demais. Um nutricionista que passar a atender um paciente que já faz o uso do aplicativo terá um histórico de informações disponíveis já na primeira consulta.

“Se alguém usa o app há dois meses, por exemplo, a ferramenta sabe onde a pessoa mora, os exercícios que ela faz, seus hábitos alimentares, hora de dormir e acordar, entre outras informações importantes para a avaliação do nutricionista”, explica Silva.

No caso do paciente não utilizar o aplicativo, é possível verificar informações que tenham relação com o seu perfil, a partir de informações de outros usuários que geram dados analíticos.

“Atualmente o app conta com cerca de 150 mil usuários que estão ativos há pelo menos três meses. Essas pessoas passam dados que ajudam a compor diferentes perfis e categorias de pacientes que podem ajudar no entendimento do estilo de cada paciente”, completa o CEO da Nutrisoft.

Com o sistema, o nutricionista pode ajudar o paciente a cumprir a dieta, enviando alarmes ou notificações lembrando de atividades como acordar, tomar água, entre outras.

O Nutrisoft também conta com planos alimentares básicos, criados a partir de modelos científicos, que os nutricionistas podem usar como base no momento de passar uma dieta. A ferramenta é adaptável para atendimentos de crianças, adultos ou idosos.

Com o tempo, a ideia da Nutrisoft é conseguir aproximar os usuários do app com os nutricionistas, mostrando a importância do profissional de saúde, para que as pessoas procurem atendimento com os cadastrados.

A startup Nutrisoft foi criada dentro de um projeto de inteligência artificial realizado na USP, durante a conclusão da graduação em sistemas de informação de Gustavo Silva.  

A Nutrisoft também é parceira da Intel no Brasil e este ano recebeu investimento da aceleradora Abril Plug and Play.