Mais um ano vai, mais um ano vem, tudo se resolve... Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O julgamento do dissídio da campanha salarial 2011/2012 do setor de TI do Rio Grande do Sul ficou para o ano que vem, depois que um desembargador pediu vistas ao processo no julgamento realizado nesta segunda-feira, 10.

Como a Justiça entra em recesso no período de 20 de dezembro até 6 de Janeiro isso significa que uma decisão só deve acontecer em 2013.

O Sindppd-RS pede 2% de aumento salarial real e redução da jornada de trabalho no setor, hoje em 44h. Para a campanha 2012-13, a pedida passou a ser 5% de aumento real.

Já o Seprorgs oferece a inflação do período, alegando que os salários já estão pressionados em alta pela falta de mão de obra no setor.

Com o pedido de vistas do desembargador, fica desinflada a campanha de greve movida pelo Sindppd-RS nos últimos dias, nominalmente focada na campanha salarial 2012-2013, mas na verdade focada na presente negociação.

Na quinta-feira, 06, e sexta, 07, o sindicato promoveu piquetes na porta de empresas como Stefanini, Terra e DBC Company. Não aconteceram novas mobilizações na segunda, 10.

O Seprorgs reagiu reforçando seu time jurídico: no julgamento do dissídio, o sindicato patronal estava representado por pelo ex-presidente da OAB gaúcha, Claudio Lamachia.