Julie Ruvolo, diretora de VC da LAVCA. Foto: Divulgação.

A Associação de Capital Privado e Fundos de Investimento da América Latina (LAVCA) acaba de lançar a “Coalición Latinoamericana para compañías tecnológicas en Crecimiento”, que reúne as companhias Google, Facebook, Qualcomm Ventures, Movile, Globant, Riverwood Capital, Anchor Industry Group e Telefónica Open Future.

A coalizão busca criar infraestruturas de valor e melhorar o acesso à informação e às boas práticas da comunidade de startups em fase inicial.

“As startups da América Latina estão gerando um interesse crescente em alguns dos maiores investidores em startups globais, e simultaneamente, estamos presenciando um aumento na atividade de OPI em companhias avaliadas em mais de U$ 1,1 bilhão. Há sinais claros de que as companhias tecnológicas da região estão amadurecendo: Nubank e 99 alcançaram o estado de unicórnio nos últimos três meses”, diz Julie Ruvolo, diretora de VC da LAVCA.

Segundo a associação, a startups da América Latina receberam U$ 1,1 bilhão em investimentos de fundos de capital de risco no último ano. A cifra é recorde e representa o dobro dos investimentos realizados em 2016. 

O interesse internacional pela região também cresceu significativamente e o número de investidores que comprometeram aportes com startups latino-americanas mais que duplicou no último ano.

“O ecossistema tecnológico na América Latina é muito relevante. Através da colaboração com nossos homólogos nessa aliança temos visto que podemos impulsionar de forma mais efetiva o crescimento das startups, a inovação tecnológica e a criação de trabalho num momento em que o desenvolvimento da região está girando em direção a um novo modelo”, relata Pedro Less Andrade, do Google.

Para Alejandro Scannapieco, CFO da Globant, o momento exige que as grandes corporações e as companhias tecnológicas locais trabalhem conjuntamente para desenvolver uma agenda compartilhada em benefício do ecossistema empreendedor.

“A digitalização é fundamental para o progresso econômico e a criação de emprego em qualquer país; e tomar parte dessa iniciativa é um exemplo do compromisso da Telefónica a América Latina. Por isso, estamos muito contentes de poder nos unir a nossos aliados nesta coalizão, já que nosso objetivo é seguir apoiando o talento local e as novas companhias que estão surgindo sob um ecossistema de inovação aberta”, completa Miguel Arias, diretor Global da Telefónica Open Future.

A LAVCA busca apoiar o crescimento dos investidores de capital privado na América Latina e no Caribe. A associação reúne mais de 180 companhias, entre empresas mundiais de investimento na região até gestores de fundos locais, companhias familiares, fundos de saúde e planos de pensão. 

Os membros controlam um total de mais de US$ 65 bilhões em ativos dedicados à capitalização e ao crescimento das empresas latino-americanas.