O game Seed, do brasileiro Alexandre Ribeiro da Silva, venceu o Intel RealSense App Challenge. Foto: Divulgação.

O game Seed, do desenvolvedor brasileiro Alexandre Ribeiro da Silva, da AnimaGames, venceu o Intel RealSense App Challenge, conquistando o prêmio de US$ 100 mil, no nível de embaixadores (apenas desenvolvedores convidados participam). 

Mais de 7 mil desenvolvedores de 37 países participaram do desafio. Essa foi a primeira competição internacional da Intel Software com o Brasil entre os países elegíveis. 

O Intel RealSense App Challenge busca fomentar e capacitar o ecossistema de desenvolvedores em torno da tecnologia Intel RealSense, inspirando novas aplicações.

O Seed é um game intuitivo em que o jogador precisa guiar uma semente na sua jornada para reflorestar uma terra devastada. 

Os gestos para as ações do jogo foram criados a partir de uma pesquisa que o desenvolvedor realizou entre os participantes da Campus Party. Além dos gestos, a Intel afirma que a estética do jogo teve um cuidado especial, com tratamento gráfico de alta qualidade. 

“Nos dedicamos a criar um jogo intuitivo e inteligível em qualquer lugar do mundo. Os gestos são bastante simples. Buscamos entender como as pessoas representariam a chuva com gestos, por exemplo, e assim usamos a informação mais frequente”, relata Silva.

Além do Seed, outros dois apps de brasileiros estão na lista final de premiados: Fusion 4D, de Keila Matsumura, ficou em segundo lugar na categoria Interação Natural; e HTMA (Hand Tremor Measurement Application), de Mauro Pichiliani, foi o segundo colocado na categoria inovação aberta.