O CIAB Febraban foi palco do anúncio sobre a Rede Blockchain do Sistema Financeiro Nacional.

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) e a CIP (Câmara Interbancária de Pagamentos) anunciaram na manhã desta quarta-feira, 12, o lançamento da Rede Blockchain do Sistema Financeiro Nacional.

A iniciativa conta com a participação de nove instituições: Banrisul, Bradesco, Banco do Brasil, Caixa, Itaú, JP Morgan, Original, Santander e Sicoob.

O sistema permite o compartilhamento de informações entre as instituições parceiras, protegendo dados de forma rápida e acessível, desde o primeiro acesso. A rede utiliza a plataforma Hyperledger Fabrica, da IBM, projeto colaborativo baseado em código aberto.

"O Banco Original é o único banco digital a integrar esse seleto grupo de instituições financeiras que passam a compartilhar informações em uma rede blockchain. Isso vai nos permitir avançar nos estudos do uso do blockchain em soluções de open banking, de forma integrada com a nossa plataforma de APIs e inteligência artificial", diz Raul Moreira, diretor executivo de tecnologia, produtos e operações do Banco Original. 

O primeiro uso da rede envolve o Device ID, um protótipo desenvolvido de forma colaborativa e que usa blockchain para compartilhar identificações de dispositivos móveis. O objetivo é melhorar o sistema antifraude das instituições.