O Museu do Videogame foi criado em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Foto: Divulgação.

De 27 de maio a 14 de junho de 2015, visitantes da 23ª Fenadoce – Feira Nacional do Doce, que acontece em Pelotas, terão a oportunidade de conhecer o Museu do Videogame Itinerante

Durante 19 dias, os visitantes poderão conhecer ou reencontrar os consoles que marcaram todas as gerações e participar de disputas de River Raid, Enduro, Pac-Man, Super Mario Bros, The Legend of Zelda, Donkey Kong, Sonic, Alex Kid, Top Gear, Street Fighter, Mortal Kombat, entre muitos outros.

De acordo com Cleidson Lima, curador do Museu do Videogame, os visitantes da 23ª  Fenadoce encontrarão mais de 200 consoles de todas as gerações das últimas quatro décadas. 

Entre as relíquias estão o primeiro console fabricado no mundo, o Magnavox Odyssey, de 1972; o Atari Pong (primeiro console doméstico da Atari), de 1976; o Fairchild Channel F, de 1976 (primeiro console a usar cartuchos de jogos) e o Telejogo Philco Ford, de 1977, primeiro videogame fabricado no Brasil.

Além desses, Museu também conta com o Nintendo Virtual Boy, "portátil" de mesa com tecnologia 3D de 1995; o Vectrex, console com jogos vetoriais que trazia monitor embutido e o Microvision, primeiro portátil a usar cartucho, lançado em de 1979. 

Além do Museu do Videogame, os visitantes poderão também curtir outras atrações, como o Palco Just Dance, campeonatos de games, concurso de cosplay, entre outros. 

O Museu do Videogame foi criado em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, e foi certificado como o primeiro museu do segmento pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

Em fevereiro deste ano, mais de 160 mil pessoas visitaram a exposição no shopping Bosque dos Ipês, em Campo Grande, que contou com apoio da PlayStation Brasil, Intel, Ubisoft, Oi e Kingston.

 Com o apoio de shoppings, instituições e empresas privadas, já estão previstas exposições em Fortaleza, Belém, São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Salvador, entre outras.