Futuro chegou nos treinamentos da Gerdau. Foto: divulgação/Gerdau.

A Gerdau começou a usar realidade virtual no treinamento de segurança dos seus funcionários, em um projeto feito pela Nexo Capacitação Digital, de Porto Alegre.

A turma piloto envolveu 40 funcionários da usina da empresa em Charqueadas, no interior do Rio Grande do Sul, participando de treinamentos da certificação obrigatória de análise preliminar de riscos.

Os exercícios, que demoravam uma hora e meia para serem aplicados da maneira tradicional, em sala com papel e caneta, agora são realizados em 18 minutos por um jogo de realidade virtual.

Os funcionários usaram kits compostos por visores equipados por celulares e joysticks, com os quais jogaram um game em 3D. O plano será expandido agora para outras unidades no país.

O jogo funciona assim: com os óculos, o participante enxerga um ambiente que simula a oficina que irá trabalhar. Utilizando o joystick, ele se move com o objetivo de identificar os riscos que estão envolvidos nas atividades não corriqueiras dentro da sua área. 

Ao longo do treinamento, o usuário passa por fases e perde pontos caso se esqueça de algum requisito de segurança. O resultado aparece na tela do celular do supervisor.

“A possibilidade de visualizar os cenários e propor soluções por meio do treinamento em realidade virtual, nos permite absorver o conteúdo de forma mais rápida, além de aumentar a percepção de segurança nos processos diários”, comenta Jonatan Menezes, um dos primeiros operadores da usina de Charqueadas a realizar o treinamento.

Segundo o vice-presidente de pessoas e desenvolvimento organizacional, Francisco Fortes, os resultados já são percebidos na aplicação da certificação para colaboradores da Gerdau. 

“Ao utilizar um conteúdo interativo, o colaborador vivencia a situação proposta, o que torna o treinamento ainda mais efetivo. Além disso, a ferramenta traz mais agilidade na avaliação, já que diminui a necessidade de aulas e provas sobre o tema”, salienta Fortes.

A Nexo foi fundada há 14 anos por Frederico Faria. Em seu site, a companhia gaúcha exibe uma lista de 12 clientes, incluindo grandes nomes como Hospital de Clínicas, AES Eletropaulo, Souza Cruz, Light e Suzano.